Skip to main content

Ministério da Educação

Perguntas e Respostas

1 - Por que o termo no singular 'Ciência Ambiental', ao invés do plural 'Ciências Ambientais'?

O curso de Bacharelado em Ciência Ambiental da UFF oferece uma formação de Analistas e Gestores Ambientais que possam utlizar, de forma integrada, conceitos, tecnologias de várias áreas de conhecimento.  Os pensadores desta proposta interdisciplinar e transdisciplinar na UFF, reconhecidos nacional e internacionalmente, a exemplo do Prof. Ivan de Oliveira Pires e do Prof. Raimundo Nonato Damasceno, consolidaram os pressupostos da proposta do curso de Ciência Ambiental já na década de 90.
Busca-se, então, uma formação interdisciplinar e transdisciplinar, que é uma opção de formação de competências que integra diversas áreas de conhecimento como uma unidade e não como uma agregação.  O termo no singular 'Ciência Ambiental' é o único adotado no Brasil em nível de graduação e somente encontramos a USP adotando-o para o Programa de Pós-Graduação.  Há cursos de Bacharelado em Ciências Ambientais, mas que ao analisarmos o currículo buscam uma área de conhecimento para a sua concentração, usualmente Biologia ou Química.
No Brasil, nos últimos anos, vários cursos de graduação, em sua maioria Tecnológicos, contemplam a formação, em nível superior, de Analistas e Gestores Ambientais, adotando com frequência o termo Gestão Ambiental no título do curso.  Uma lista completa de cursos oferecidos no Brasil contemplando os termos 'ambiental' e 'ambientais' pode ser pesquisada no site EMec do Ministério da Educação em http://emec.mec.gov.br.  As vagas das universidades públicas para o processo seletivo do SISU podem ser conhecidas em http://sisu.mec.gov.br, com inscrições duas vezes por ano e pré-requisito de ter realizado o exame do ENEM.
2 - Qual é o diferencial deste profissional em relação aos demais profissionais da área ambiental?
O Profissional a ser formado terá características abrangentes que consideram os seguintes aspectos além daquelas capacidades próprias da formação específica do Bacharel em Ciência Ambiental:

1. Agir profissionalmente consoante os princípios éticos e legais que regem a Sociedade e a convivência social, contestando, quando necessário, práticas que contrariem estes princípios;

2. Analisar e avaliar as relações no meio social, que se instituem no processo decisório sobre acesso e uso dos recursos ambientais, nas diferentes instâncias deste meio (local, regional, nacional e internacional) e entre elas;

3. Perceber a inter-relação das múltiplas dimensões do conhecimento intervenientes no processo decisório sobre acesso e uso dos recursos ambientais e de dialogar com suas diferentes áreas disciplinares.

4. Avaliar, propor, decidir e intervir em cursos de ação, no contexto dos eixos temáticos, a partir das relações, inter-relações e contradições, observadas no processo decisório sobre acesso e uso dos recursos ambientais, na esfera do Estado e da sociedade civil;

5. Avaliar, nos meios social e físico-natural, as implicações decorrentes das decisões sobre acesso e uso de recursos ambientais (conservação);

6. Aplicar procedimentos inerentes a cada instrumento de gestão ambiental, estabelecido na legislação federal para prevenção e controle de riscos e/ou danos ambientais, observando os aspectos sociais, econômicos, legais e éticos;

7. Contribuir na formulação, execução, acompanhamento e avaliação de planos, programas, projetos e atividades na área de gestão ambiental;

8. Dominar os aspectos básicos dos instrumentos e procedimentos técnico-administrativos necessários à realização das ações finalísticas.
3 - Há mercado de trabalho para este profissional, uma vez que, tem outros cursos também, tão engajados nas questões ambientais?
Por todas as qualificações especificadas na pergunta anterior, há, sim, mercado de trabalho para este profissional, assim como mestrados (tanto profissional quanto acadêmico) e doutorados em diversas instituições na área de interesse.Este é um curso novo na UFF, entre poucos semelhantes no Brasil e muitos semelhantes no exterior.  A Universidade tem autonomia para criação de novos cursos de graduação. Vários profissionais atuam na área ambiental, visto que a mesma é multidisciplinar. O Curso de Graduação em Ciência Ambiental contempla 4 (quatro) dimensões de formação: estudos e processos ambientais; estudos e processos políticos e estratégicos; estudos e processos de organização e gestão; e comportamento e cidadania socioambiental.   Veja mais na seção Projeto Pedagógico do Curso.
4 - Como obter detalhes da grade curricular, as matérias que compõem o curso, qual o prazo de formação, perspectivas de mercado de trabalho?
Acesse a seção Perfil do Curso, em especial Perfil do Egresso e Projeto Pedagógico do Curso.
5 - Como obter o fluxograma e mais informações sobre o nosso curso de Ciência Ambiental?
Acesse as páginas em Projeto Pedagógico do Curso, em especial a página Currículo e Turno.
6 - Há vagas para reingresso? Quantas?
Visto que estamos em fase de implantação das 80 novas vagas previstas pelo REUNI até 2012, no Vestibular 2011 foram ofertadas 34 vagas e no Vestibular 2012 serão oferecidas 48 vagas, sendo 10 pelo ENEM/SISU e 38 vagas pelo Vestibular UFF.   A partir de 2013, poderão ser disponibilizadas vagas para reingresso, transferência de cursos e revinculação de matrícula, mas condicionadas à disponibilidade de vagas.   
7 - E sobre a regulamentação deste profissional ?
Segue um texto que fala sobre a regulamentação das profissões. (http://www.sbc.org.br/index.php?language=1&subject=107&content=news&id=5879).  Ao longo de 2011 e 2012, a Coordenação do Curso estará articulando com órgãos de regulamentação que estejam interessados em abrigar o profissional Bacharel em Ciência Ambiental, sendo que estamos estudando algumas opções.  Esperamos que até 2014 já tenhamos definido o acordo com órgão de regulamentação profissional, em tempo para a primeira turma de egressos que se formará em dezembro de 2014.