Alunos cotistas da UFF apresentam melhor desempenho que os ingressantes por livre concorrência em relação à integralização dos cursos de graduação.

A Lei 12.711 de 29 de agosto de 2012 estabelece que as Universidades Federais - IFES devem reservar, em cada concurso seletivo para ingresso nos cursos de graduação, por curso e turno, no mínimo 50% (cinquenta por cento) de suas vagas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas. A partir de 2013 as IFES, atendendo o Art. 8º da lei, iniciaram ofertando pelo menos 25% de todas as vagas.
Após a Lei das cotas, a UFF já registrou no Censo Superior o ingresso de cerca de 81.560 novos alunos nos cursos presenciais de graduação. Um terço destes novos alunos são cotistas.

Ano após ano, o número de alunos cotistas matriculados na UFF evoluiu de forma a atender às diretrizes da Lei das cotas:

Quase metade dos alunos matriculados na UFF são oriundos de escola pública, sendo que 36% são cotistas. Segue abaixo a distribuíção dos matriculados nos curso de graduação presenciais no ano letivo de 2020:

Em relação aos alunos formados é preciso aguardar o prazo de duração padrão de cada curso. A maior duração é de 6 anos (12 semestres) no caso do curso de medicina. A menor é a dos cursos de tecnologia como por exemplo o curso de desenho industrial que é de 3 anos. Um aluno que tenha ingressado no primeiro semestre de 2015 no curso de medicina provavelmente concluiu o curso no segundo semestre de 2020.

COTAS - SÉRIE HISTÓRICA DE RESULTADOS

Para analisar o tempo que nossos alunos levaram desde o ano e semestre de ingresso até o ano e semestre de conclusão e, considerando as diferentes durações dos cursos, separamos os formados em faixas de acordo com o tempo empregado:

TEMPO EMPREGADO ALÉM DA DURAÇÃO PADRÃO DO CURSO

       

Alunos que se formam empregando entre 3 semestres a menos ou a mais do que a duração padrão do curso incluindo estes extremos. O valor ideal é que a diferença seja 0, que o aluno tenha uma trajetória exatamente igual a duração do curso definida pelo MEC.

Alunos que, por ter ingressado através de outro concurso (transferência, reingresso de graduados, mudança de curso, etc), se formam empregando menos do que 3 semestres em relação a duração do curso.

Alunos retidos. Alunos que se formam empregando entre 3 e 6 semestres a mais do que a duração padrão do seu curso.

Alunos que se formam empregando mais do que 6 semestres em relação a duração padrão do curso.

TEMPO UTILIZADO PELOS ALUNOS FORMADOS EM 2020

 

TEMPO DE CURSO - LIVRE CONCORRÊNCIA E COTAS

Em 2020, enquanto 82% dos cotistas se formaram no tempo esperado, este percentual foi de 69% entre os alunos que ingressaram pela livre concorrência.

 

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Email: 
Tags (palavras-chave): 
Grande área: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
A atualização mais recente deste conteúdo foi em 08/06/2022 - 18:52