UFF recupera R$ 2 milhões da verba do MEC bloqueada para o pagamento das bolsas e auxílios de Assistência Estudantil da Universidade

Na manhã de hoje, a Universidade Federal Fluminense celebrou o recebimento de R$ 2 milhões para o pagamento das bolsas e auxílios do Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES). A liberação vem após o decreto do Governo Federal que há 7 dias atrás anunciou o bloqueio de R$1,36 bilhão do orçamento do Ministério da Educação, retirando toda a verba do MEC disponível para gastos considerados “não obrigatórios”, como bolsas estudantis, salários de funcionários terceirizados, como os das equipes de limpeza e segurança, e pagamento de contas de luz e de água. Esta conquista ocorreu após uma luta conjunta pelo desbloqueio, que contou com uma atuação junto à Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), aos movimentos sociais e outros agentes da sociedade, além da Comunidade Acadêmica da UFF, que participou ativamente em manifestações dos estudantes nas ruas do Rio de Janeiro, junto com outras Instituições de Ensino Superior do estado.

“As Instituições Federais têm sido alvo de inúmeros cortes e bloqueios nos últimos tempos, num contexto de políticas de desvalorização da educação pública, da pesquisa e da ciência. Neste fim de ano vivemos novamente um bloqueio abrupto de orçamento que retira a verba da UFF para seus compromissos financeiros imediatos e prejudica toda a nossa comunidade. Estivemos em Brasília essa semana junto à Andifes defendendo a UFF e o compromisso com a assistência estudantil, especialmente em tempos de uma crise de insegurança alimentar no Brasil. Com essa luta coletiva em Brasília e nas ruas, conseguimos a liberação de R$ 2 milhões deste bloqueio de R$ 1,36 bilhão, que foram direcionados ao pagamento das bolsas e auxílios de permanência estudantil, que serão pagos de forma imediata. Celebramos essa conquista e seguimos na luta com os estudantes e toda a nossa comunidade”, declarou o reitor da UFF, professor Antonio Claudio Lucas da Nóbrega.

Diante da urgência do recebimento da Assistência Estudantil pelos estudantes, a gestão realizou imediatamente o repasse do valor para a Pró-reitoria de Assuntos Estudantis realizar os pagamentos de todas as bolsas, auxílios e gêneros alimentícios aos estudantes nas próximas 48 horas, enquanto articulam com a instituição bancária para que todos os recebimentos ocorram até amanhã. Apesar dessa conquista, a UFF segue com verbas bloqueadas para o pagamento das obras, dos salários dos funcionários terceirizados, das concessionárias (como de luz e água), dentre outras demandas essenciais. Desse modo, a Comunidade UFF segue na luta pela liberação integral da verba bloqueada e pela garantia de existência da Universidade.

Nessa direção, após mais um dia de continuidade das pressões sobre o governo pela comunidade e pela Andifes, no início da noite foi anunciada pelo ministro da educação a liberação de R$460 milhões da verba da educação. O ministro declarou que R$50 milhões da verba serão direcionados à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para pagamento das bolsas até terça-feira, e que as bolsas PET, bolsas permanência e PROUNI também seriam pagos.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Setor responsável: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
A atualização mais recente deste conteúdo foi em 08/12/2022 - 22:55