UFF disponibiliza cartilha de cuidados nutricionais para pessoas com doença renal crônica

Print Friendly, PDF & Email

Grupo de Pesquisa em Nutrição Renal da Faculdade de Nutrição é responsável pela iniciativa

A atenção contínua a cerca de 700 pacientes com doenças renais crônicas era parte da rotina do trabalho do Grupo de Pesquisa em Nutrição Renal há cerca de 10 anos, desde a criação do Ambulatório de Nutrição Renal na Faculdade de Nutrição da UFF. A interrupção do trabalho presencial devido ao isolamento social foi um desafio para a professora titular da Faculdade de Nutrição da UFF, Denise Mafra, que coordena o grupo e o ambulatório, e para sua equipe, composta por seis estudantes de mestrado, oito de doutorado e duas pesquisadoras em estágio pós-doutoral: pessoas com doença renal crônica fazem parte do grupo de risco e a continuidade do tratamento nutricional era de grande importância para a manutenção de boas condições de saúde dos pacientes.

O aumento no número de casos e de óbitos causados pela Covid-19 associado à impossibilidade de atendimento presencial motivou o grupo a lançar uma cartilha de cuidados nutricionais voltada aos pacientes com doença renal crônica e aos nutricionistas que trabalham diretamente com esses pacientes. A cartilha, divulgada por meio das mídias sociais do grupo, foi feita rapidamente com base nas necessidades específicas que se apresentam na pandemia, na experiência proporcionada pelos atendimentos e no conhecimento gerado pelas pesquisas realizadas pelo grupo. A cartilha engloba desde qualidade nutricional, sugerindo, por exemplo, alimentos que ajudam a aumentar a imunidade e focando nas necessidades específicas dos pacientes renais, quanto questões que auxiliam a reduzir a exposição e a circulação dessas pessoas nas ruas, mercados e transporte público, permitindo um maior isolamento social e redução da probabilidade de contágio, com orientações, por exemplo, para a organização da despensa e das compras de supermercado. O grupo está trabalhando na tradução da cartilha para o inglês, visando aumentar o alcance da iniciativa.

Além da cartilha, o grupo também retomou o atendimento aos pacientes de forma remota, uma experiência que está sendo bem-sucedida, segundo Denise. O atendimento revelou, no entanto, que dentro do grupo de vulnerabilidade das doenças renais havia pessoas em vulnerabilidade social grave: “vimos que alguns pacientes estão passando dificuldades e as alunas arrecadaram verba, compraram cestas básicas e levaram na casa de alguns pacientes, afinal de contas, não podemos prescrever dieta se o paciente não tem comida. Elas também ajudaram na compra de insulina e até levaram uma paciente para o atendimento com o nefrologista num posto de saúde da família”, destaca a coordenadora do grupo.

Denise também destaca que o trabalho é desenvolvido a partir da tríade ensino-pesquisa-extensão, englobando o Ambulatório de Nutrição Renal da Faculdade de Nutrição, que atende mais de 700 pacientes com doença renal crônica encaminhados tanto pelo Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP) quanto pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs); o Grupo de Pesquisa em Nutrição Renal, que realiza pesquisas de bancada e análises de laboratório em parceria com o HUAP tanto em pacientes em hemodiálise como em tratamento conservador (antes de entrarem em diálise) e possui alcance internacional, com a produção de artigos científicos, dissertações e teses; e essas ações contam com a atuação direta de estudantes da graduação tanto nas pesquisas desenvolvidas quanto nos atendimentos prestados ao público. As ações contam com o apoio da UFF, da Pró-Reitoria de Extensão, do CNPq e da Faperj.

A cartilha está disponível para download em https://bit.ly/2zfSjl0.

As atividades do grupo também podem ser acompanhadas pelo Instagram (https://www.instagram.com/nutricaoemnefrouff/) e pelo Twitter (https://twitter.com/renaluff).

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
A atualização mais recente deste conteúdo foi em 25/05/2020 - 12:53