Logotipo da UFF

De volta para casa: reflexões sobre o isolamento social no Brasil durante a pandemia

Homem recostado em um parapeito de janela olha para a paisagem da cidade do lado de fora. Ilustrações da estrutura do coronavírus entram por sua janela.

Há pelo menos dois meses, milhares de pessoas no Brasil foram impactadas com a transformação de suas rotinas de vida. Com a adoção do isolamento social por parte dos governos de grande parte dos municípios do país, em função da pandemia do novo coronavírus, os deslocamentos sociais foram substancialmente reduzidos e a regra passou a ser ficar em casa.

ROBOVID-19: Enfermagem de Rio das Ostras cria ferramenta de informações sobre a pandemia

Ilustração de um enfermeiro de máscara

Durante a atual pandemia, a população precisa cada vez mais de acesso fácil à informações de fontes confiáveis. Com foco nessa necessidade, professoras e alunas do Polo da UFF de Rio das Ostras (PURO) desenvolveram o ROBOVID-19, ferramenta digital inovadora criada para tirar dúvidas relacionadas ao coronavírus. O  projeto foi produzido pelo Grupo de Pesquisa Estudos sobre Vivência e Integralidade Dedicadas à Enfermagem, Criança, Infância, Adolescentes e Recém-nascidos (EVIDENCIAR), vinculado ao Departamento de Enfermagem (REN).

Alunos da UFF criam aplicativos que ajudam a diminuir o contágio por coronavírus

Ilustração com diferentes profissionais usando máscara e uma máquina de costura em frente

Desde que a pandemia de COVID-19 passou a fazer parte da realidade dos brasileiros, muita coisa mudou em suas vidas. Vieram novas rotinas e, com elas, outras necessidades. Como, por exemplo, se proteger com máscaras para trabalhar e sair de casa e também criar outros rituais para ir ao mercado ou higienizar produtos. Pensando nisso, alunos da Universidade Federal Fluminense de diferentes cursos de graduação desenvolveram aplicativos, para uso em smartfones, que buscam auxiliar as pessoas a lidar com as novas demandas do cenário atual.

UFF participa de projeto nacional sobre o setor de Turismo no Brasil

A COVID-19 ocasionou preocupações no mundo todo sobre como a quarentena afetaria o funcionamento dos setores econômicos. O setor de turismo tem na mobilidade das pessoas seu principal fundamento e, em função dessa natureza, é uma das áreas mais afetadas pelo cenário atual. A par dessa realidade, os grupos de pesquisa que fazem parte da Rede Brasileira de Observatórios de Turismo (RBOT) desenvolveram um estudo sobre os efeitos da pandemia no setor de Turismo no Brasil. Ao todo, foram onze observatórios do país colaborando na construção desse estudo.

Já é realidade! UFF começa a produzir seus primeiros ventiladores mecânicos

Cientistas de jaleco interagem em um laboratório médico

Num esforço coletivo de propor ações de mitigação do impacto da pandemia de COVID-19 no Brasil, uma ação liderada pelo coordenador do curso de Engenharia Elétrica da UFF, Daniel Henrique Nogueira Dias, lança até o final dessa semana um primeiro protótipo de ventilador mecânico. O projeto faz parte da “FRENTE UFF”, iniciativa que reúne professores, alunos, colaboradores da comunidade interna e externa, com o objetivo de combater os efeitos do novo coronavírus, antes, durante e após a pandemia.

Professor da UFF desenvolve estudo sobre a transmissão do coronavírus pelo ar

Imagem gráfica do planeta Terra em forma de vírus

Com o avanço da pandemia de COVID-19, a comunidade científica discute a eficácia e necessidade de métodos de proteção contra a transmissão do vírus, como o distanciamento social e o uso de máscara facial. Sobre o distanciamento social, a Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta que o afastamento ideal entre pessoas em locais públicos deve ser de, no mínimo, dois metros. Inicialmente, a OMS também aconselhava que apenas pessoas confirmadas com a infecção deveriam usar máscaras e que essa medida impediria a transmissão.

UFF participa de pesquisa multinacional sobre o uso de máscara na pandemia

coronavírus e pessoa de máscara

Considerando a gravidade da pandemia de COVID-19 e suas implicações sanitárias, sociais e econômicas, tornou-se essencial a produção de pesquisas para compreender o impacto das estratégias adotadas e minimizar a disseminação da infecção.

A solidão das superpopulosas favelas no combate à maior crise sanitária do século

Grande favela do Brasil

Muitas são as projeções científicas advindas de centros de pesquisa referenciados em todo o mundo sobre a evolução da pandemia de COVID-19 no Brasil nos próximos meses. Em nenhuma delas, no entanto, faz-se uma análise profunda da realidade das favelas, radicalmente diferente dos demais territórios urbanos por não contar de forma integral com os serviços fundamentais para o cuidado com a vida. Ignorada por pesquisadores, pela população e também pelos governos, a favela continua a ser vista majoritariamente a partir dos perigos que supostamente oferece.

Novo canal de comunicação do HUAP reduz risco de contágio por COVID-19

Médico com estetoscópio em volta do pescoço segura com as duas mãos um celular

O Hospital Universitário Antonio Pedro (HUAP) anuncia a inauguração de um dispositivo de comunicação que promete facilitar o contato entre médicos e pacientes com quadros de saúde mais simples, no contexto de pandemia de COVID-19. Trata-se do HUAPfone.

Parceria da UFF e Ministério da Saúde leva agilidade às UPAs em meio à pandemia

Ilustração com vários profissionais de saúde

A ampliação diária dos casos confirmados de COVID-19 no Brasil e no mundo torna inevitável o aumento no número de atendimentos à população nas emergências do país. Considerando essa realidade, a Universidade Federal Fluminense firmou uma parceria com o Ministério da Saúde no intuito de melhorar e acelerar o atendimento em 50 Unidades de Pronto Atendimento 24h (UPAs) do Brasil, através da implementação da ferramenta de gestão ‘Lean Healthcare’.

Páginas