Eu sou: Técnico | Docente | Estudante

Rio de Janeiro

Coletânea reúne escritos de Carlos Nelson Ferreira dos Santos

O livro “Sementes Urbanas” (Eduff, 2017), das organizadoras Maria de Lourdes Pinto Machado Costa e Maria Laís Pereira da Silva, reúne textos, inclusive inéditos, do arquiteto e urbanista Carlos Nelson Ferreira dos Santos. A coletânea dividida em três volumes busca resgatar a memória de um personagem que marcou a história do Rio de Janeiro.

Universo das saunas de prostituição masculina é tema de lançamento da Eduff

Quando: 
sexta-feira, 6 Outubro, 2017 - 19:00 até 21:00

Baseado no estudo etnográfico minucioso que realizou em saunas de prostituição masculina na cidade do Rio de Janeiro, o antropólogo Victor Barreto lança o livro “Vamos fazer uma sacanagem gostosa?”, no dia 6 de outubro, na Livraria da Travessa de Botafogo.

No livro, o autor relata não apenas os meandros do mundo dos negócios da prostituição no Rio de Janeiro, mas traz para o leitor uma percepção da forma como as sexualidades e os desejos estão articulados nas saunas cariocas.

Livro analisa o antilusitanismo da Primeira República

Em “O Rio de Janeiro dos fados, minhotos e alfacinhas: o antilusitanismo na Primeira República” (Eduff, 2017), Gladys Sabina Ribeiro abre espaço para um tema pouco frequentado na historiografia brasileira: o estudo da imigração portuguesa e das relações entre Brasil e Portugal. A autora identifica dois momentos em que o antilusitanismo era mais presente: a primeira década da República e os nos 1920, tanto no cotidiano da rua e do trabalho, quanto na política.

"Quando a rua vira cara" ganha nova edição pela Eduff

Clássico da área da Antropologia Urbana, o livro “Quando a rua vira casa” ganhou uma nova edição, revista e ampliada, pela Eduff (2016). Aliando conhecimentos de diferentes áreas, os autores Arno Vogel e Marco Antônio da Silva Mello analisam as maneiras pelas quais as pessoas se apropriam dos espaços coletivos. Os autores elegeram dois espaços para comparação: o bairro do Catumbi, com seu tradicional centro comercial, e a Selva de Pedra, no atual bairro carioca do Leblon.

Mobilização de moradores das favelas é tema de novo livro da Eduff

Diversos movimentos sociais, como a mobilização dos moradores da Vila Autódromo frente ao projeto olímpico instalado na cidade do Rio de Janeiro, vêm questionando o uso do espaço urbano. Aspectos desse tipo de mobilização, por parte dos chamados favelados, são retratados pelo historiador Marco Pestana em “A união dos trabalhadores favelados e a luta contra o controle negociado das favelas cariocas (1954-1964)”, (Eduff, 2016).

Mobilização de moradores das favelas é tema de lançamento da Eduff

Quando: 
terça-feira, 25 Abril, 2017 - 19:00 até 21:00

Diversos movimentos sociais, como a mobilização dos moradores da Vila Autódromo frente ao projeto olímpico instalado na cidade do Rio de Janeiro, vêm questionando o uso do espaço urbano. Aspectos desse tipo de mobilização, por parte dos chamados favelados, são retratados pelo historiador Marco Pestana em “A união dos trabalhadores favelados e a luta contra o controle negociado das favelas cariocas (1954-1964)”, (Eduff, 2016), que será lançado em 25 de abril, às 19h, na Livraria Blooks de Botafogo.

Clássico da Eduff, “Violência e racismo” ganha nova edição

Publicado pela primeira vez em 1998 e reeditado em 2003, o livro “Violência e racismo no Rio de Janeiro” acaba de ganhar sua terceira edição pela Eduff. Passados mais de 20 anos, a obra do cientista político Jorge da Silva continua atual e evidencia que o Brasil ainda vive o mito da democracia racial, apontado pelo autor.

Criado no hoje chamado Complexo do Alemão, Jorge da Silva se valeu da própria vivência para incorporar ao estudo da violência o componente da discriminação racial, constantemente ignorado pelos estudiosos na temática.

Vila Mimosa - Etnografia da cidade cenográfica da prostituição carioca

O livro é resultado da pesquisa feita durante dois anos pela antropóloga Soraya Simões na tradicional área de prostituição do Rio de Janeiro. De maneira lírica e ao mesmo tempo com rigor etnográfico, a autora descreve o cenário, as personagens e as sensações desse "mundo paralelo" ao turbulento Centro da cidade e compartilha histórias de um lugar onde a moralidade é um peso apenas fora de seus limites.

Ao conhecer esse cenário de modo mais profundo, o leitor poderá refletir melhor sobre essa prática tão antiga e polêmica, que é a prostituição.

Subscrever RSS - Rio de Janeiro