Logotipo da UFF

60 Anos UFF: universidade é presença marcante no desenvolvimento regional do Estado do RJ

No ano de 2020, a Universidade Federal Fluminense (UFF) comemora seus 60 anos, promovendo mudanças na sociedade através da educação, ciência e tecnologia. Hoje ela é composta por quarenta e duas unidades de ensino superior e vinte e sete polos de educação à distância. Com quase três mil e quinhentos docentes, cerca de quatro mil técnicos e mais de 45 mil discentes, hoje ela é a universidade com o maior número de estudantes do Brasil.

Ações na área da saúde são destaque na comemoração dos 60 anos da UFF

Fachada do hospital Antonio Pedro

Quantas pessoas passam por uma vida ao longo de 60 anos de existência? E se essa vida fosse a de uma instituição? É possível calcular a dimensão do impacto de uma universidade, com seus muitos braços e pernas, no decorrer de todo esse tempo? Sabendo essa missão impossível, mas não fugindo a ela, a Universidade Federal Fluminense, que completa seis décadas de vida no dia 18 de dezembro, vem comemorando seu aniversário ao longo de 2020 com uma programação variada, aberta à comunidade, além de muitas homenagens.

Destaques no Ensino Remoto e Projeto Raízes Negras da UFF: cerimônia traz dupla homenagem aos servidores da Universidade

Ilustração

Na próxima quinta-feira, 26 de novembro, às 16 horas, será realizada a cerimônia de Premiações Acadêmicas da UFF, evento que ocorre tradicionalmente ao final de cada ano e reúne diversas categorias de láureas; dentre elas, o Prêmio de Excelência em Docência. Nesta edição, a universidade premiará professores que se destacaram durante o ensino remoto emergencial em 2020, considerando o desempenho em atividades de disciplinas e de cursos de graduação durante o ano.

Consciência Negra: pesquisadoras da UFF trazem reflexões sobre a desigualdade racial no país

“A carne mais barata do mercado é a carne negra”. Essa frase cantada por Elza Soares na música “A carne” é, na verdade, uma metáfora para a real situação das relações raciais estabelecidas em nossa sociedade. No Brasil, a população negra é a que mais é presa e a mais assassinada. O informativo de Desigualdades Sociais por Cor ou Raça do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que em 2017 a chance de uma pessoa preta sofrer homicídio era 2,7 vezes maior do que uma pessoa branca. No sistema penal, a maioria das pessoas encarceradas tem cor definida.

Pesquisadores da UFF estão entre os mais influentes do planeta

Einsten - Imagem ilustrativa

Oito docentes da Universidade Federal Fluminense integram o ranking elaborado pela revista PLOS Biology que lista os pesquisadores mais influentes do mundo. No total, 600 pesquisadores brasileiros foram reconhecidos pela publicação científica. O levantamento foi conduzido por um grupo da Universidade de Stanford (EUA) e feito a partir de métricas de publicações com e sem autocitação e proporção de artigos citados.

HUAP completa 20 anos como referência no atendimento de crianças e adolescentes vítimas de violência

Cinquenta. Esse é o número aproximado de atendimentos que o Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP) fez em 2019 a crianças e adolescentes que sofreram violência sexual. O número assusta, ainda mais quando calculamos a média mensal, que é de 4,16 atendimentos. A violência contra crianças e adolescentes abrange os casos de abuso sexual, negligência, maus-tratos físicos e emocionais.

UFF integra projeto social que ocupa os tempos livres nas escolas públicas

Sala de aula com cadeiras vazias

Futebol sem bola. Piu-piu sem frajola. Sou eu assim sem você... No famoso hit de Claudinho e Bochecha, os músicos descreveram em versos alguns parceiros inseparáveis nas artes, nos esportes e na vida, como a própria dupla que formavam. Eles narraram como essas combinações constituíam uma unidade quase indissociável, não fazendo sentido pensar uma coisa sem a outra

Enade 2019 avalia 86% das graduações da UFF com “muito bom” e “ótimo”

Os resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) foram divulgados na última terça-feira, dia 20 de outubro. Dos 510 cursos de graduação que receberam a nota máxima, 67% são de universidades federais. As notas são distribuídas numa escala de 1 a 5, sendo 1 a menor e 5 a maior nota. Nesta edição, 86% das graduações da UFF receberam conceitos 4 e 5, equivalentes a “muito bom” e “ótimo”. Em 2015, obtivemos conceito 5 em 18% dos cursos e conceito 4 em 50%.

Pantanal em chamas: professores da UFF explicam os incêndios recentes e seus efeitos

Desde meados de 2020, o rico bioma do Pantanal vem agonizando com incêndios de proporções históricas. O número mensal de focos de incêndio é o mais alto desde 1998, quando o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) deu início a esses registros. Os dados da instituição mostram que em setembro deste ano foram registrados 6.048 pontos de queimadas na região. O recorde mensal anterior era de agosto de 2005, quando ocorreram 5.993 focos de queimada.

Professores da UFF analisam o fenômeno sistêmico da desigualdade social no Brasil

O princípio da igualdade, garantido pela constituição brasileira, prevê a todos os cidadãos o direito ao tratamento isonômico perante a legislação, vedando diferenciações arbitrárias. Raça, gênero, credo religioso, orientação política, nenhum desses parâmetros deveria distinguir os indivíduos. Entretanto, na medida em que as relações construídas em sociedade definem que tipo de pessoa terá acesso a determinados direitos, os contrastes sociais se estabelecem.

Páginas