Ação Afirmativa

A Universidade Federal Fluminense (UFF) vem a público se manifestar totalmente contrária a atitude intempestiva do Ministério da Educação, na figura de seu Ministro, de revogar a Portaria Normativa 13, de 11 de maio de 2016, que definia uma política de implementação de Ações Afirmativas para negros, indígenas e pessoas com deficiências, nos Programas de Pós-graduação das Instituições Federais de Ensino.

Na edição do SiSU 2019/1, mais de 2500 estudantes que optaram por uma das modalidades de ação afirmativa de ingresso na Universidade Federal Fluminense passaram pelas comissões de verificação. A universidade é uma das pioneiras do Brasil em institucionalizar, dar transparência e definir critérios objetivos para a aplicação das políticas de cotas. São três comissões compostas para cada avaliação: socioeconômica, heteroidentificação e de pessoas com deficiência.

Word DocumentXLSCSV
Subscrever Ação Afirmativa