Eu sou: Técnico | Docente | Estudante

Valorização profissional: premiação do Servidor Emérito mobiliza a UFF

Reconhecer o trabalho do servidor técnico-administrativo na Universidade Federal Fluminense é um dos principais motivos pelo qual a instituição promove, desde 1995, a solenidade de outorga do título de Servidor Emérito. Aberto a todas as unidades da instituição, o evento foi todo reformulado e nessa edição será realizado no dia 31 de outubro, às 11h, no Teatro da UFF.

Segundo o reitor Sidney Mello, a retomada da outorga do título de servidor emérito é o reconhecimento explícito à dedicação e importância dos técnicos administrativos na construção de uma universidade cada vez mais forte. "A UFF é uma instituição de destaque no Brasil graças também à força de seus servidores. Uma força que vem se renovando com o tempo, proporcionando avanços significativos para uma universidade motivada pelo seu papel social a despeito do momento em que vive o país", afirma.

Considerada uma cidade dentro da cidade, a UFF tem cerca de 10 mil funcionários técnico-administrativos distribuídos em nove unidades de ensino localizadas nos municípios de Niterói - sendo em torno de 2 mil profissionais atuando no Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap) - e nos municípios de Angra dos Reis, Campos dos Goytacazes, Macaé, Nova Friburgo, Petrópolis, Rio das Ostras, Santo Antônio de Pádua e Volta Redonda. Além desses pólos, os servidores da instituição também estão alocados em unidades no estado do Pará desde 1972, quando foi criada a Unidade Avançada José Veríssimo (UAJV), no Campus Avançado da Região Amazônica, em Óbidos, estendendo suas ações aos municípios de Oriximiná, Juruti, Terra Santa e Faro.

Em sua busca constante rumo à excelência no desempenho de todas as suas funções, a universidade necessita do engajamento de toda sua comunidade acadêmica. Nesse sentido, a instituição reconhece que junto dos professores e alunos, o outro pilar fundamental do processo de ensino, pesquisa e extensão na UFF é composto pelos servidores técnico-administrativos, essenciais para o desenvolvimento, manutenção e bom funcionamento de toda a instituição.

Segundo o vice-reitor Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, os servidores técnico-administrativos constituem a base do funcionamento da instituição. “A dedicação e comprometimento desses funcionários dão o ritmo do nosso avanço e formam uma parte fundamental de quem somos hoje. Portanto, o prêmio de Servidor Emérito objetiva destacar pessoas que representam esse universo e que merecem nosso reconhecimento público por seu destaque no trabalho e contribuição para a brilhante história da UFF”, ressalta.

Já para o pró-reitor de Gestão de Pessoas, professor Paulo Trales, o título representa o reconhecimento da UFF quanto à qualidade laborativa dos servidores técnico-administrativos da instituição. “Sem esses servidores, a universidade não cumpriria sua função social, pois são eles que realizam diversas atividades acadêmicas e administrativas essenciais ao pleno funcionamento de todos os setores da universidade”, garante.

De acordo com a comissão organizadora, esse tipo de premiação dá visibilidade e valoriza os funcionários que contribuem além das atribuições pertinentes a sua função na instituição. Assim, o reconhecimento do desempenho do servidor pode levá-lo não só a realizar suas tarefas com mais empenho, como motivá-lo a investir em sua capacitação profissional, refletindo substancialmente  na melhoria dos serviços prestados pela universidade à sociedade.

Pluralidade

A pluralidade de pontos de vista é a marca da atual comissão organizadora do evento, que nessa edição é formada por representantes da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe), Faculdade de Educação, Superintendência de Comunicação Social (SCS) e Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap), onde se concentra mais de 27,8% da força de trabalho da UFF.

De acordo com um de seus integrantes, também chefe da Divisão de Gestão de Relacionamentos da SCS, Renato Vasconcelos, premiar o servidor pelo seu destaque no desempenho profissional traz benefícios não só para a universidade como para a sociedade. Na sua opinião, as atribuições de um servidor da UFF vão desde a realização de serviços de secretaria até a organização de toda a estrutura financeira da instituição e, por isso, os servidores técnico-administrativos desempenham um papel fundamental na manutenção da entidade.

Outra integrante da comissão, a assistente em administração da Progepe, Iva dos Santos Pereira Braga - funcionária da UFF há um ano e nove meses - acredita na importância da valorização do servidor técnico-administrativo. “À medida que ele se sente valorizado, sua produtividade tende a aumentar. Claro que isso é impactado por outros fatores, mas, com certeza, a valorização demonstrada pela instituição é essencial”, afirma.

Para a auxiliar de nutrição do Huap, Sônia Maria Rodrigues, há 34 anos na UFF, o evento é de suma importância, pois motiva os técnico-administrativos do setor onde trabalha e toda a unidade. “É o reconhecimento de que o servidor contribui com algo importante e que isso é um diferencial para o hospital, melhorando e aprimorando o atendimento aos pacientes e à população”, declara.

A servidora Margareth de Castro Souza, que completa 35 anos na UFF e atua no Serviço de Registro Funcional da Progepe, garante que para os técnico-administrativos com mais tempo na instituição a solenidade é considerada uma data marcante, principalmente para aqueles que de fato se destacaram pelo trabalho relevante e pela sua dedicação à universidade.

Na opinião do assistente em administração da Faculdade de Educação, Leandro de Oliveira Lima, há apenas 20 meses na UFF e participando pela primeira vez do evento, a iniciativa é uma forma de reconhecimento do trabalho e do esforço do servidor na instituição. “O prêmio destaca o corpo técnico e mostra à universidade como o técnico-adminstrativo é valorizado”, ressalta.

De acordo com o membro da comissão organizadora, Eduardo José Bedran, responsável pela comunicação da Progepe e há 34 anos trabalhando na universidade, a reformulação das regras para a premiação dará mais destaque aos que forem agraciados. “Premiar um número grande de servidores por vez acaba por diminuir o mérito. O objetivo da premiação é também somar ao desenvolvimento da carreira, como iniciativas de capacitação, qualificação e avaliação de desempenho”, conclui.

Categorias

Na edição 2017, oito títulos serão entregues para categorias distintas: um de Revelação, cinco de Notória Excelência, um Emérito e um Póstumo. O título de Revelação é concedido ao servidor ativo em efetivo exercício na UFF, com no máximo cinco anos de trabalho, e que tenha obtido destaque em suas atividades, conforme critérios estabelecidos pela Norma de Serviço N°. 648 e sua retificação, a Norma de Serviço Nº. 660.

Entre os critérios para que o servidor receba o título, destacam-se: ser indicado pela unidade em que trabalha e apresentar uma lista com 50 assinaturas de representantes da comunidade universitária, incluindo alunos e professores.

O título de Notória Excelência, por sua vez, será concedido ao servidor ativo, com no mínimo 20 anos de efetivo exercício na universidade e que tenha obtido destaque em suas atividades ao longo deste período. Já o título de Servidor Emérito será dado ao técnico aposentado, que tenha alcançado uma posição eminente em suas atividades ao longo do período em que trabalhou na instituição. Por fim, o título de servidor emérito Póstumo será repassado aos familiares do servidor falecido que tenha se sobressaído pela excelência de suas atividades realizadas.

Cada setor pode submeter uma indicação para cada categoria. Por exemplo, se a unidade possui até cinquenta funcionários, pode submeter um servidor para cada uma das quatro categorias disponíveis. Para saber quantos servidores cada unidade ou órgão pode indicar, consulte a tabela na norma 660/2017.

O período para indicação dos profissionais vai até o dia 15 de setembro de 2017. Para isso, é necessário preencher a ficha de inscrição e enviar via protocolo vinculado ao seu setor ou no protocolo geral (GPCA/Reitoria) com encaminhamento à Progepe. A lista de indicados é sigilosa e será divulgada somente os nomes dos ganhadores da premiação.

O encaminhamento da documentação pertinente deverá ser feito através de abertura de processo no protocolo referente ao setor que encaminha e deve ser destinado à Progepe. Para outras informações, entre em contato através do e-mail servidoremeritouff2017@gmail.com ou telefone (21) 2629-5328.

Grande área: