Logotipo da UFF

UFF aplica vacina contra a gripe em trabalhadores da saúde no Huap

A partir desta terça-feira, 25 de maio, a Universidade Federal Fluminense (UFF) vai aplicar doses do imunizante contra a gripe em trabalhadores de saúde. A vacinação acontecerá no segundo andar do Hospital Universitário Antonio Pedro (HUAP) das 10h às 16h até o dia 28 de maio. Podem se vacinar trabalhadores da saúde do HUAP, residentes e profissionais de unidades de saúde das redondezas, munidos de carteira de identidade e de crachá.

Essa é uma realização da UFF em parceria com o HUAP e a Secretaria Municipal de Saúde de Niterói com o objetivo de avançar na imunização de trabalhadores da área de saúde e facilitar o acesso aos pontos de vacinação. A expectativa é de aplicar aproximadamente 150 doses diárias.

O reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, considera que esse esforço é fundamental para agilizar a cobertura vacinal no estado do Rio de Janeiro. “É uma parceria entre a UFF, Huap e a Prefeitura para aplicar a vacina contra a gripe. Precisamos sempre valorizar as ações do Sistema Único de Saúde (SUS), sobretudo durante a pandemia de covid-19. Essa imunização confere proteção contra o virus influenza, reduz a chance de desenvolvimento de síndromes respiratórias graves e facilita o diagnóstico diferencial no contexto da covid-19”, afirmou.

De acordo com a Coordenadora de Atenção Integral à Saúde e Qualidade de Vida (CASQ/Progepe), Fátima de Azevedo Loureiro, a imunização será realizada por enfermeiras do Huap e pela equipe da Casq. “A gripe é uma doença respiratória potencialmente grave, em alguns casos levando à morte. Então, é fundamental que as pessoas se vacinem. Assim como as pessoas querem se vacinar para a covid-19, também devem se vacinar contra a gripe. É importante levar em consideração que deve ter um espaço de quatorze dias entre a vacina da covid e a da gripe. Essa vacina é segura e não oferece risco para imunossuprimidos, imunodeprimidos ou gestantes”. 

Segundo a Chefe de Divisão de Enfermagem HUAP, Fabiana Braga, a vacina fornecida pelo SUS protege contra o vírus influenza e é considerada trivalente. "Apresenta cobertura contra três cepas do vírus, uma do influenza A e duas do influenza B", explicou. 

Vacinação contra gripe

Promovida pelo Ministério da Saúde em todo o território nacional, a campanha teve início no mês passado e a estimativa é vacinar 79,7 milhões de pessoas. A campanha teve início no mês passado com a vacinação de crianças entre seis meses e seis anos, povos indígenas, trabalhadores da área da saúde, gestantes e mulheres puérperas (que estão no período de até 45 dias após o parto).  Pessoas que tomaram a primeira ou a segunda dose da vacina contra a covid-19 devem esperar pelo menos 14 dias para tomar o imunizante contra a gripe.