Acervo
Vídeos
Galeria
Projetos


Jovens fora de série: trajetórias truncadas de estudantes do Ensino Médio do Estado do Rio de Janeiro

Tipo de Projeto: 
Grupo
Status do Projeto: 
Em Andamento

Resumo

fora_de_serie_giz.png

O projeto de pesquisa está sediado na Faculdade de Educação da UFF, Departamento SSE, e no Programa de Pós-Graduação em Educação (Mestrado e Doutorado), linha de pesquisa “Diversidade, Desigualdade Social e Educação". A pesquisa é coordenada pelo Grupo de Pesquisa Observatório Jovem do Rio de Janeiro, Prof. Paulo Carrano, e desenvolvida em rede de pesquisadores da Universidade Federal Fluminense, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio). Pretende-se revelar e compreender trajetórias de escolarização e percursos biográficos de jovens estudantes em situação de defasagem escolar em escolas públicas de Ensino Médio no Rio de Janeiro. O objetivo principal é a compreensão do fenômeno da denominada “escolarização truncada” por meio da produção de dados e análises sobre as trajetórias de jovens estudantes do Ensino Médio da rede pública de educação na modalidade EJA e no projeto especial Autonomia implementado pela Secretaria Estadual de Educação, na cidade do Rio de Janeiro. A pesquisa quer contribuir para a melhoria do fluxo de escolarização de jovens das classes populares. No mês de novembro de 2012 foi aplicado questionário estruturado em turmas de EJA e do Projeto Autonomia em 14 escolas de quatro regiões geográficas da cidade do Rio de Janeiro,  que envolveu 963 respondentes de idades que variaram entre 16 e mais de 50 anos. Com o objetivo de delimitação da pesquisa no público jovem, depurou-se o banco de dados da etapa quantitativa de forma que obtivemos o número de 593 jovens com idades entre 17 e 29 anos, matriculados em turmas de EJA (61,6%) e no Projeto Autonomia (36,9%).  A amostra reuniu estudantes matriculados nos três turnos escolares, sendo 74,2% no noturno, 17,3% de manhã e apenas 7,4% matriculados à tarde.  Os questionários foram aplicados nas três séries do Ensino Médio, sendo 17,6% no primeiro ano, 32,4% no segundo ano e 47,1% no terceiro ano. Os dados foram tabulados e se encontram em processo de análise estatística e interpretação sociológica. Um novo momento da pesquisa foi inaugurado no ano de 2015 com apoio da FAPERJ/Bolsa Cientista do Nosso Estado (Projeto: Ser jovem e estudante – Trajetórias de escolarização e percursos biográficos de jovens “Fora de Série” no Ensino Médio). Esta etapa consiste na realização de entrevistas narrativas biográficas com jovens que declararam interesse, no momento do preenchimento do questionário estruturado, em participar da segunda e qualitativa etapa da pesquisa.  Pretende-se com estas entrevistas conhecer percursos biográficos juvenis dando especial atenção às dinâmicas territoriais e sua incidência sobre as trajetórias escolares, assim como a outros aspectos que a literatura científica demonstra serem decisivos às trajetórias de vida e escolarização, tais como as estratégias familiares para a conquista da longevidade escolar, a inserção no mundo do trabalho e a própria qualidade da vida escolar que pode significar fator de atração ou repulsão frente ao prosseguimento dos estudos. A fase qualitativa da pesquisa é realizada através da realização de entrevistas narrativas e pretende envolver até 30 jovens de ambos os sexos e com idades até 29 anos. As entrevistas são gravadas em qualidade de áudio e imagem para, além da análise de conteúdos, se produzir vídeo-documentário de pesquisa que se incorporará ao acervo de documentários de investigação do Observatório Jovem do Rio de Janeiro.

Leia artigo com resultados da pesquisa:

CARRANO, Paulo Cesar RodriguesMARINHO, Andreia Cidade  e  OLIVEIRA, Viviane Netto Medeiros de. Trajetórias truncadas, trabalho e futuro: jovens fora de série na escola pública de ensino médio. Educ. Pesqui.[online]. 2015, vol.41, n.spe, pp. 1439-1454. ISSN 1678-4634.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-9702201508143413.

 

jonathas_claquete_foto_eduardo_santos_044.jpg   Assista ao vídeo  e  leia  texto "O Dispositivo fotográfico na Pesquisa Jovens Fora de Série"

 

   Assista aqui ao clipe demonstrativo da metodologia qualitativa de pesquisa. 

jhonata_paintball.jpg   Assista aqui  ao  vídeo Paint Ball da Pedreira - Pesquisa Jovens Fora de Série (Observatório Jovem/UFF) - (4’ 55”) - e   aqui   ao  ensaio  fotográfico de acompanhamente de uma das atividades de lazer de personagem da pesquisa. 

Acesse os trabalhos de final de curso integrados à pesquisa Jovens Fora de Série: 

DAMASCENO, Patrícia Abreu. Entre Santa Cruz e Santa Teresa: percurso biográfico, trajetória escolar e territórios usados por um jovem fora de série. Orientador: Paulo César Rodrigues Carrano. Niterói, Rio de Janeiro, Universidade Federal Fluminense, 2016. Dissertação de Mestrado em Educação, 128 páginas. Linha de pesquisa: Diversidade, Desigualdades Sociais e Educação. Eixo temático: Práticas Sociais e Educativas de Jovens e Adultos.

OLIVEIRA,Viviane Netto Medeiros de. E depois do Médio? Expectativas de futuro de jovens com percursos escolares irregularesOrientador: Paulo Cesar R. Carrano. Niterói-RJ/UFF, 23/02/2015. Dissertação de Mestrado em Educação, 102 páginas. Programa de Pós-Graduação em Educação - UFF.Campo de Confluência: Diversidade, Desigualdade Social e Educação. Linha de Pesquisa: Práticas Sociais e Educativas de Jovens e Adultos. 

BOAS, BRUNO DA CONCEIÇÃO VILAS. E o Conhecimento vai aumentando: os sentidos da aprendizagem de jovens do Ensino Médio da EJA. Orientador: Paulo Cesar R. Carrano. Niterói-RJ/UFF, 03/11/2015. Dissertação de Mestrado em Educação, 107 páginas. Campo de Confluência: Diversidade, Desigualdade Social e Educação. Linha de Pesquisa: Práticas Sociais e Educativas de Jovens e Adultos. Acesse aqui o texto completo. 

A pesquisa tem o ano de 2018 como prazo previsto de finalização.  

Financiamentos recebidos:

CNPq:  02 BolsaS PIBIC/UFF; 01 Bolsa Produtividade em Pesquisa – nível 2, ao Prof. Dr. Paulo Carrano. FAPERJ: Edital Ciências Humanas/2012-2014 e Edital Cientista do Nosso Estado (2015-2018); Auxílio Instalação (Profa Dra Ana Karina Brenner – 2013); 

 

Equipe: 

Equipe:

Coordenador: Dr. Paulo Carrano (UFF)

Pesquisadores Associados:

Dra. Ana Karina Brenner (UERJ), Dra Eliane Ribeiro (UniRio), Dr. Elionaldo Julião (UFF); Dra. Mônica Peregrino (UERJ);

Bolsista de Apoio Técnico, alunos de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado envolvidos:

UFF: Luciano Dayrell, Andreia Cidade, Elisa Motta e João Vitor Santos, Raquel Stern (Apoio técnico); Carolina Usller, Rayanne Medeiros, Bruna Ramos e Taiña Martins Ribeiro (PIBIC/UFF); Leila Haddad, Patricia Abreu, Joelina Xavier, Viviane Neto de Oliveira e Vivian de Oliveira (Mestrandas); Nádia Falcão, Reinaldo Ramos da Silva e Mariane Brito (Doutorandos); e Marcio Amaral (doutorado Sanduíche/UFRGS); Tayña Ribeiro (Graduando Ciências Sociais/UFF). 

UniRio: Anna Levy (Apoio técnico); Eduardo Silva dos Santos, Laine Ferreira, Rachel Bougar e Jonas Sales (mestrando)