“Descobrindo o Brasil” – Um passeio pelos Biomas Brasileiros

Autoria: Camilla Ferreira Souza

Orientação: Gerlinde A. Platais B. Teixeira

Definição:                                                                                                                                                                

O termo Bioma é utilizado para conceituar os grandes tipos de ecossistemas da biosfera, que se distinguem por um tipo de vegetação característica.

Você sabe quais fatores, obrigatórios para a realização da fotossíntese, determinam composição de espécies vegetais de cada bioma?

 

Biomas Brasileiros:

O Brasil possui enorme extensão territorial com 8,5 milhões km2, sendo assim, o clima, o tipo de solo e a vegetação apresentam muita variedade. Em função dessas características, há uma evidente diversidade de biomas, definidos principalmente pelo tipo de cobertura vegetal que abrigam uma extraordinária variedade de animais e vegetais (Uzunian & Birner, 2001).

Falando nisso, você sabe citar o nome dos biomas presentes em nosso país?

Pampas Sulinos ou Pampas Gaúchos

Mata das Araucárias

Pantanal

Mata Atlântica

Caatinga

Cerrado

Amazônia

 

É importante lembrar que existem variadas formas de classificação e caracterização dos biomas brasileiros, resultando em diversos nomes e em quantidades conflitantes destes (Linhares & Gewandsznajader, 1998; da Silva Júnior & Sasson,1995; Paulino, 2002; Uzunian & Birner, 2001). Deste modo, adotamos para esta oficina a classificação utilizada pelo IBGE (IBGE, 2007) acrescentando a ela apenas o bioma Mata das Araucárias.

 

Jogos como estratégia na educação:

 

O jogo e a brincadeira são formas da criança e do adolescente manejar experiências, criar situações para dominar a realidade e experimentá-la. O ato de brincar se coloca num patamar importantíssimo para a felicidade e realização do individuo, no presente e no futuro. Brincando, a criança e o adolescente exploram o mundo, constroem os seus saberes, aprendem a respeitar o outro, desenvolvem o sentimento de grupo, ativam a imaginação, se auto-realizam, colocam para fora as suas emoções e personalizam os seus conflitos. O brincar também estimula a criatividade, a imaginação e aprofunda a compreensão da realidade (Teles, 1999).

A utilização do jogo e sua importância para a educação tiveram contribuições baseadas alguns teóricos, tais como Wallon, Piaget, Vygotsky, Brüner e outros, os quais mostram a importância do jogo para o desenvolvimento infantil ao propiciar a descentralização da criança e do adolescente, aquisição de regras, a expressão do imaginário e a apropriação do conhecimento.

Sendo assim, elaboramos um jogo de tabuleiro visando a facilitação do aprendizado do tópico Biomas Brasileiros, uma vez que trata-se de um tema abordado, muitas vezes, de forma bastante corrida nas escolas e com grande importância social e ambiental. 

 

Veja mais

Acesse a monografia que originou esta atividade.

 

Referências Bibliográficas

AMBIENTEBRASIL (2007). Disponível em: http://www.ambientebrasil.com.br/composer.php3?base=./natural/index.html&conteudo=./natural/biomas/campossulinos.html. Acesso em 28/ 11/2007.

COPOBIANCO,J.P. (2007). Disponível em: http://www.mre.gov.br/cdbrasil/itamaraty/web/port/meioamb/biodiv/matatlan/mtarauc/index.htm. Acesso em 28/11/2007.

DA SILVA JÚNIOR, C. & SASSON, S. (1995). Biologia - volume 3 (César e Sezar). Editora Saraiva, São Paulo, 1ª edição, p.397.

 

FONSECA, F.D. &. LENCIONI NETO, F. (2007). Disponível em: http://www.mre.gov.br/cdbrasil/itamaraty/web/port/meioamb/ecossist/pantanal/index.htm Acesso em Acesso em 28/11/2007.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA IBGE (2007) Disponível em http://mapas.ibge.gov.br/. Acesso em 08/02/2007.

LINHARES, S. & GEWANDSZNAJDER, F. (1998). Biologia- Programa completo. Editora Ática, São Paulo, 9ª edição, p.520.

PAULINO, W. R. (2002). Biologia atual – volume 3. São Paulo, Editora Ática, 14ª edição, p.424.

RODRIGUES, M.T.U. (2007).  Disponível em: http://www.mre.gov.br/cdbrasil/itamaraty/web/port/meioamb/ecossist/caatinga/index.htm Acesso em novembro de 2007

TELES, M. L. S. (1999). Socorro! É proibido brincar! Rio de Janeiro: Vozes.

UZUNIAN, A. & BIRNER, E. (2001). Biologia - volume único. São Paulo, Editora Harbra p.782.

 

                                                                                                                                                                VOLTAR