Categoria
50 anos - Instituto de QuímicaO Instituto de Química convida a comunidade acadêmica e científica para participar das comemorações dos seus 50 anos (1968-2018), nos dias 05, 06 e 07 de novembro de 2018. A programação inclui palestras, mesas redondas, sessões coordenadas e linha do tempo. Inclui ainda apresentações do Quarteto de Cordas da UFF e da Orquestra de Cordas da Grota. Data e Local: 05/11/2018 – Auditório do NAB 06 e 07/11/2018 – Auditório do Instituto de Química
UFF consegue recursos para obras no Cine Icaraí e no Instituto de QuímicaO reitor da UFF, Sidney Mello, se reuniu em Brasília, na última segunda-feira, 13 de novembro, com o secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação (MEC), Paulo Barone, para negociar a liberação de verbas para a conclusão do projeto executivo do Cine Icaraí e das obras do Instituto de Química. Para a reabertura do Cine Icaraí, fechado desde 2006, o MEC liberou R$ 1 milhão. O recurso contribuirá para transformação do espaço em um centro cultural e sede da Orquestra Sinfônica Nacional e da Companhia de Ballet de Niterói. “Daremos continuidade ao projeto básico do Cine Icaraí com a verba negociada com o MEC. O adiantamento de R$ 15 milhões solicitado para a reabertura de parte do cinema ficará para 2018, mas já é um passo importantíssimo”, destaca o reitor. Para o Instituto de Química, a UFF conseguiu o adiantamento de R$ 4 milhões para a conclusão das obras. Esse valor faz parte de um aporte de R$ 28 milhões de recursos do Ministério, direcionados para esse fim. Outros R$ 19 milhões estão serão disponibilizados pela Petrobras para a construção de um laboratório de alta tecnologia no instituto. A previsão é que no início de 2019 o prédio seja entregue à comunidade acadêmica. “Para acelerar o processo, criaremos uma equipe de trabalho”, garante Sidney. A UFF também obteve avanços significativos em relação à dívida de R$ 4 milhões - saldo a pagar pela compra do terreno do INSS, localizado próximo ao Hospital Universitário Antonio Pedro (Huap). Segundo o reitor, o MEC informou que entrará em contato com o INSS para negociar a dívida e propor o repasse do terreno para a universidade sem nenhum custo. A administração da universidade já havia encaminhado proposta de parcelamento para saldar o débito. No local, a UFF prevê a construção de uma unidade do Huap, com um centro de reabilitação cardíaca e fisioterápica, centro de diálise crônica e unidade de tratamento de sangue para análises clínicas. “No entanto, a verba para a criação da segunda unidade do Antonio Pedro ficará para o próximo ano, pois o projeto ainda precisa ser avaliado pela Ebserh”, conclui.
Obras, Segurança e HUAP marcam semana do ReitorA primeira semana de julho foi de intenso trabalho para o Reitor da UFF, Sidney Mello. Segunda-feira, 4 de julho, foi dia de reunião de gestão com a equipe de pró-reitores e superintendentes, ajustando processos e redefinindo prioridades. Na terça-feira, 5 de julho, uma série de reuniões realizada no auditório da Fundação Euclides da Cunha (FEC) debateu temas de fundamental importância para o futuro da universidade. A primeira, da série de reuniões, debateu as obras do Instituto de Química, cuja entrega está prevista para o primeiro semestre de 2018 e conta com 65% da construção já executada. Logo em seguida, um proveitoso debate tratou da sustentabilidade da Fazenda Universitária, apontando novas perspectivas para o espaço. Na parte da tarde, no mesmo auditório, o Reitor fez a fala de abertura da reunião em que foram apresentados os resultados da primeira etapa dos trabalhos do GT-Estatuto, na qual enfatizou o compromisso de legalidade e eficiência da administração da Universidade. A pauta da segurança foi destaque do meio da semana do Reitor. Na quarta-feira (6), aconteceu no Gabinete do Reitor um café da manhã com representantes da Guarda Municipal e da Polícia Militar para debater a segurança no entorno dos campi da UFF. Durante o encontro, o Prof. Sidney Mello pontuou as questões que envolvem a segurança no entorno dos principais campi da universidade na cidade de Niterói e indagou como que a Universidade poderia ajudar a aumentar a segurança para os estudantes, profissionais e toda a comunidade da UFF, informando que já existe um projeto em construção com apoio da Faperj para segurança de todos os campi da UFF. A Reitoria da UFF manifestou sua preocupação com a segurança de toda a comunidade acadêmica e se mostrou disposta a trabalhar de forma integrada com os órgãos para garantir a integridade de todos os estudantes e trabalhadores da Universidade Federal Fluminense. Na quinta-feira (7), o Reitor foi a Brasília, junto com o vice-reitor Antônio Claudio Nóbrega, debater temas de interesse da Universidade junto ao Secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação, com os dirigentes da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), que prepara um importante concurso público para novas contratações para o Hospital Universitário Antônio Pedro e também com o Diretor-Presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII), para prospectar novas oportunidades para a UFF. Na sexta-feira (8), o dia foi de reuniões com as Direções das Unidades e as empreiteiras responsáveis pela construção dos prédios do Instituto Biomédico, do Instituto de Artes e Comunicação Social (IACS) e do Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional de Campos dos Goytacazes, quando foram redefinidos os cronogramas com base no compromisso responsável com a comunidade acadêmica e com as empresas.