Marialva Barbosa lança “Os manuscritos do Brasil” na Livraria da TravessaOrganizada pela professora de Jornalismo da UFF e da UFRJ Marialva Barbosa, a coletânea “Os manuscritos do Brasil” (Eduff, 2018) analisa jornais feitos à mão no Brasil durante o século XIX, muito embora os impressos já existissem no período. A obra será lançada, em noite de autógrafos, na Livraria da Travessa, em Ipanema, no Rio de Janeiro.  Compreender como eram esses jornais, quem os faziam e o porquê de serem produzidos manualmente são as principais indagações dos autores que investigam essas produções poucas vezes mencionadas na história da imprensa brasileira. Com tiragens mínimas, geralmente com apenas um exemplar, a maior parte dos manuscritos era voltada para crítica, sátiras e conteúdos eróticos ou difamadores. Embora em números reduzidos, os periódicos chegavam a muitos leitores, passando de mão em mão, além de comumente serem afixados em locais públicos destinados à leitura coletiva. Ficou interessado? Leia as primeiras páginas do livro no perfil da Eduff, no ISSUU.  Saiba como comprar "Os manuscritos do Brasil"   
Lançamento da Eduff resgata jornais feitos à mão no século XIXOrganizada pela professora de Jornalismo da UFF e da UFRJ Marialva Barbosa, a coletânea “Os manuscritos do Brasil” (Eduff, 2018) analisa jornais feitos à mão no Brasil durante o século XIX, muito embora os impressos já existissem no período. Compreender como eram esses jornais, quem os faziam e o porquê de serem produzidos manualmente são as principais indagações dos autores que investigam essas produções poucas vezes mencionadas na história da imprensa brasileira. Com tiragens mínimas, geralmente com apenas um exemplar, a maior parte dos manuscritos era voltada para crítica, sátiras e conteúdos eróticos ou difamadores. Embora em números reduzidos, os periódicos chegavam a muitos leitores, passando de mão em mão, além de comumente serem afixados em locais públicos destinados à leitura coletiva. Saiba como comprar.