Logotipo da UFF

Olimpíada

A quarta edição da Olimpíada Brasileira de Cartografia (OBRAC), projeto desenvolvido pelo Instituto de Geociências da UFF, já está com parte dos recursos garantidos para sua realização em 2021. Com o tema "Cartografia: Ciência e Arte", o programa foi classificado em primeiro lugar na Chamada CNPq/MCTI 15/2020 de Olimpíadas Científicas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), obtendo nota máxima em todos os quesitos pelo seu mérito científico.

A III Olimpíada Brasileira de Neurociências para Graduandos é uma competição de neurociências, sem fins lucrativos, que nasceu em 2018, com a proposta de despertar o interesse dos alunos para os conhecimentos relacionados às neurociências além de promover a aproximação entre os graduandos e professores no ambiente universitário e estimular tanto o processo de descoberta das capacidades intelectuais pelos estudantes, como seu crescimento social, econômico e cultural e encorajar a troca de ideias e experiências no âmbito educacional.

O Brasil terminou as Olimpíadas Rio 2016 em 13º lugar no quadro de medalhas, com sete delas douradas, um recorde para o país nos Jogos. Agora é hora de olhar para o futuro do esporte brasileiro. A prática esportiva pode ser um importante instrumento de inclusão social, além de constituir uma significativa área de interesse acadêmico. Com essa percepção, a UFF vem buscando apoiar alunos e professores que participam de treinos e competições de diversas modalidades individuais e coletivas, por meio do Projeto UFF Ativa, criado em 2014 e vinculado à Coordenação de Apoio Acadêmico da Proaes.

Subscrever Olimpíada