Logotipo da UFF

Mídia e Cotidiano

O autor se reencontra com três textos de Agnes Heller e dois excertos da obra de Paulo Freire. No retorno ao final dos anos de 1960 e início de 1970 busca compreender o pensamento da filósofa e do educador sobre a organização, os sentidos e a direção do cotidiano vivido, pensado e comunicado. Nesse movimento, e sob metodologia de crítica do discurso na história, dá-se o cruzamento entre a criação do patrono da educação brasileira em um poema e um gráfico manuscrito e textos que se realizam como pedagogia e prática política na obra de Heller.

Subscrever Mídia e Cotidiano