lançamento

Em "O mercado de crédito na corte joanina" (Eduff, 2019), a historiadora Elizabeth Souza analisa as relações sociais de empréstimos na cidade do Rio de Janeiro durante o período joanino, entre 1808 e 1821. No mais novo lançamento da Eduff, a autora se utiliza da História Econômica e da Social para investigar como essas relações influenciaram as instâncias político-administrativas do governo de Dom João VI.

O professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da UFF Luís Falcão vai lançar o livro “Algernon Sidney: um pensador republicano do século XVII” (Eduff, 2019), no dia 25 de abril, às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói.

Pouco conhecido no Brasil, Algernon Sidney foi um pensador republicano inglês do século XVII, cujo pensamento uniu duas fontes teóricas opostas: do direito natural moderno, retirou as bases da natureza humana; da lei da natureza e do contratualismo, de Maquiavel, a virtude, as formas de governo, o conflito e a expansão.

A Livraria Icaraí, da Eduff, recebe o professor Luiz Fernando Braga para o lançamento do livro “Professor Dorothy”, publicado pela editora O Sexo da Palavra. Nos 12 contos que compõem a obra, o autor explora as tensões em torno de questões como bullying, LGBTfobia e higienização comportamental no espaço escolar.

A cada capítulo, o leitor faz um mergulho no psicológico das personagens e se depara com temas recorrentes na sociedade brasileira contemporânea, como Escola Sem Partido, neonazismo, identidades oprimidas e opressoras.

A partir do diálogo com a psicanálise e outras áreas, os autores refletem sobre a problemática do racismo no Brasil, na coletânea “Racismo, capitalismo e subjetividade”, recém-publicada pela Eduff. Organizada pelos professores Marília Etienne, Marcelo Coelho e Sandra Cabral, a obra traz na capa a foto "Pés”, de Sebastião Salgado.

 

O romance conta a história de Rita Pessoa, uma jovem jornalista que sonha ser uma escritora de sucesso. Mas um encontro certo no momento e no local errados provoca uma verdadeira reviravolta em sua vida e desencadeia uma série de acontecimentos que envolvem paixão, amor, sexo e dinheiro.

Formada em Letras e doutora em Literatura pela UFRJ, Cláudia Castanheira é editora da revista eletrônica do Instituto de Psicologia da UFF. É também autora do romance “A casa depois da festa”, publicado em 2011.

 

A Livraria Icaraí recebe a psicóloga Andrea Rosa da Silveira para o lançamento do livro “Autismo Infantil: Práticas educativas integradoras e movimentos sociais”. Fruto da dissertação de mestrado da autora, a obra pretende não apenas dar mais visibilidade àquilo que se refere à escolarização da criança com autismo, mas também apresentar a familiares, educadores e profissionais de saúde uma compreensão mais positiva do autismo Infantil.

A professora Vanessa Massoni da Rocha recebe amigos e convidados para noite de autógrafo do livro “Por um protocolo de leitura do epistolar” (Eduff, 284 pp), na Livraria da Travessa, em Botafogo. Na obra, a autora propõe um novo impulso às análises sobre as cartas no livro “Por um protocolo de leitura do epistolar” (Eduff, 284 pp). O intuito é observar de que maneira esses escritos experimentam diferentes formatos. Para isso, a obra abrange textos mais recentes, que de certa forma dialogam ou se afastam de outros já canônicos.

Os professores Arno Vogel e Marco Antonio Mello lançarão a nova edição, revista e ampliada, do livro "Quando a rua vira casa" (Eduff, 2017), um clássico da área da Antropologia Urbana. Aliando conhecimentos de diferentes áreas, os autores analisam as maneiras pelas quais as pessoas se apropriam dos espaços coletivos. Na obra, dois espaços são usados para comparação: o bairro do Catumbi, com seu tradicional centro comercial, e a Selva de Pedra, no atual bairro carioca do Leblon.

A partir da seleção dos ensaios do carioca Euclides da Cunha e dos paraenses José Veríssimo, Leandro Tocantins e Eidorfe Moreira, o professor e geógrafo Edir Augusto Dias Pereira aborda o papel do ensaio brasileiro na construção do espaço amazônico em "Ensaios de Amazônia", que será lançado nesta quinta-feira, 30 de março, a partir das 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói.

“O racismo tem forte presença tanto na violência do Rio de Janeiro quanto nas formas como o Estado a enfrenta”. Assim o cientista político Jorge da Silva sintetiza a relação entre os dois pontos principais do seu livro “Violência e Racismo”.

Páginas

Subscrever lançamento