jubileu

Em 1968, a despeito do cenário marcado pela censura e perseguição da ditadura militar, foram criados o Instituto de Artes e Comunicação Social (Iacs), o curso de Cinema e o Cine Arte UFF. Hoje, cinquenta anos depois, comemorações retomam e entrelaçam a história vivida ao longo desse período. Para o diretor do Iacs, Kleber Mendonça, mesmo em um contexto de cortes nas verbas para a educação, garantir que a qualidade do ensino, das pesquisas e da formação humanística seja mantida é mais um motivo para celebrar.

No ano de 1968, diversas ações institucionais culminaram na criação do Instituto de Arte e Comunicação Social, do curso de Cinema e do CineArte UFF. Em setembro daquele ano, Nelson Pereira dos Santos inaugurou o CineArte UFF e anunciou o embrião do que seria o atual curso de Cinema, então uma das habilitações do curso de Comunicação Social.

No ano de 1968, diversas ações institucionais culminaram na criação do Instituto de Arte e Comunicação Social, do curso de Cinema e do CineArte UFF. Em setembro daquele ano, Nelson Pereira dos Santos inaugurou o CineArte UFF e anunciou o embrião do que seria o atual curso de Cinema, então uma das habilitações do curso de Comunicação Social.

A Associação dos Professores Inativos da UFF (ASPI-UFF) convida professores, alunos universitários e de ensino médio e demais interessados em participar do Seminário "Visões sobre a conjuntura nacional - Para onde caminha o Brasil?".

O evento, organizado em parceria com a PROEX, faz parte da comemoração do Jubileu de Prata e acontecerá no Auditório do Instituto de Ciências Humanas e Filosofia (Bloco P - Campus do Gragoatá) no dia 10 de maio.

Subscrever jubileu