Logotipo da UFF

Desigualdades sociais

O princípio da igualdade, garantido pela constituição brasileira, prevê a todos os cidadãos o direito ao tratamento isonômico perante a legislação, vedando diferenciações arbitrárias. Raça, gênero, credo religioso, orientação política, nenhum desses parâmetros deveria distinguir os indivíduos. Entretanto, na medida em que as relações construídas em sociedade definem que tipo de pessoa terá acesso a determinados direitos, os contrastes sociais se estabelecem.

A Universidade Federal Fluminense inaugurou na última sexta-feira, dia 31 de maio, um novo polo de excelência da instituição: o Centro de Ciência Social Histórica sobre Desigualdades Globais. O espaço irá reunir acadêmicos, gestores de política pública e atores sociais para pensar formas possíveis de fazer frente à pobreza, às desigualdades sociais e às relações injustas de poder na sociedade.

Subscrever Desigualdades sociais