Eu sou: Técnico | Docente | Estudante | Bandeira da inglaterra

cartilha

Combate à Intolerância Religiosa - PROEX disponibiliza Cartilha e banco de dados

A Universidade Federal Fluminense (UFF), por intermédio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e com o apoio da Fundação Cultural Palmares, se engajou a partir do ano de 2016 na promoção de ações de combate à intolerância religiosa nas quais atuam alunos, professores e técnicos administrativos em relação dialógica com segmentos da sociedade civil organizada.

Como resultado dessas ações, foi produzida a Cartilha “Liberdade Religiosa e Direitos Humanos” e também o banco de dados com o mapeamento dos locais de culto religioso, que agora disponibilizamos para download no link abaixo:

PROEX lança cartilha sobre Liberdade Religiosa e Direitos Humanos

No dia 19 de junho, foi realizado o lançamento da Cartilha Liberdade Religiosa e Direitos Humanos, no Auditório Macunaíma (Faculdade de Letras). O material foi produzido pela Pró-reitoria de Extensão no âmbito do Projeto de Promoção e Defesa da Liberdade Religiosa. O evento teve a participação de Waldeck Carneiro, Professor da Faculdade de Educação da UFF; Babalawo Ivanir dos Santos, Doutor em História Comparada da UFRJ e do Reverendo Daniel Rangel Cabral Junior, Doutor em Sociologia e Reitor da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, Diocese Anglicana do Rio de Janeiro.

Combate à Intolerância Religiosa

A Universidade Federal Fluminense - UFF, por intermédio da Pró-Reitoria de Extensão e com o apoio da Fundação Cultural Palmares, se engajou a partir do ano de 2016 na promoção de ações de combate à intolerância religiosa nas quais atuam alunos, professores e técnicos administrativos em relação dialógica com segmentos da sociedade civil organizada.

Cartilha “Liberdade Religiosa e Direitos Humanos”

A Universidade Federal Fluminense, por intermédio da Pró-Reitoria de Extensão e com apoio da Fundação Cultural Palmares, se engajou a partir do ano de 2016 na promoção de ações de combate à intolerância religiosa, nas quais atuam alunos, professores e técnico-administrativos em relação dialógica com segmentos da sociedade civil organizada.

Subscrever cartilha