'Relatos da vida Cotidiana' abre espaço para registros durante isolamento e construção de rede

Print Friendly, PDF & Email

A alteração na vida social causada pela pandemia leva muitas pessoas a olharem mais profundamente para seu cotidiano. Pensando na importância do registro da memória coletiva durante esse período de grande mudança que vivemos, o professor de sociologia Paulo Gajanigo, do ESR - Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional - UFF/Campos, desenvolveu o projeto 'Relatos da Vida Cotidiana', que tem como principais objetivos a construção de um pequeno arquivo da vida cotidiana durante a pandemia e a formação de uma rede de relatos.

A inspiração de Gajanigo se deu a partir de sua experiência durante o pós-doutorado na Universidade de Sussex, quando teve contato com o arquivo Mass Observation, que registra a vida cotidiana britânica há quase cem anos por meio de relatos enviados periodicamente por colaboradores do Reino Unido. Sensibilizado pela mudança radical do cotidiano que a pandemia representa, Gajanigo buscou o sociólogo e pesquisador da Memória Cultural Rogério Souza, do Iuperj-Ucam, para uma parceria: “a partir daí, desenvolvemos a ideia de incentivar o registro da vida cotidiana durante esse período tão singular que estamos vivendo”, ressaltou Paulo.

Os relatos estão sendo coletados desde o dia 19 de março, ainda início do período de isolamento social, e partem de diversas localidades do país. O organização da rede e do arquivo está sendo feita em um grupo privado do Facebook, ou seja, só pode postar ou visualizar postagens quem for aceito para participar do grupo; as divulgações das postagens também só podem ser feitas mediante autorização expressa do autor, de forma a garantir um espaço confortável tanto para compartilhamento dos relatos quanto para suas discussões. A ideia é incentivar o registro da vida cotidiana durante esse período e como as pessoas estão reorganizando suas rotinas, as relações familiares, de amizade e também com a tecnologia. “Temos percebido que ter contato com registros da vida cotidiana de outras pessoas tem sido importante para os colaboradores, tem aproximado e também nos feito refletir sobre como estamos vivendo essa mudança”, ressalta Gananigo.

Para participar do grupo, basta acessar https://www.facebook.com/groups/2261561834146786/, responder duas perguntas e aguardar a aprovação do Administrador.

 

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
A atualização mais recente deste conteúdo foi em 16/04/2020 - 18:08