Reitor recebe relatório do GT de Jornada de Trabalho

Print Friendly, PDF & Email

O reitor da Universidade Federal Fluminense, Sidney Mello, recebeu, nessa sexta-feira (23), na Sala dos Conselhos, o relatório dos trabalhos do GT que tratou o tema da jornada de trabalho. O Grupo de Trabalho, coordenado pelo Professor Túlio Franco, debateu com a comunidade acadêmica questões relativas à jornada de trabalho e instalação do ponto eletrônico na universidade e, como consequência desse importante trabalho, o relatório final do mesmo foi entregue para análise do Gabinete do Reitor.

Durante o ato de entrega, o professor Túlio Franco valorizou o trabalho realizado e o diálogo com os servidores nesse processo. De acordo com Túlio, "tivemos um processo, ao longo desses 8 meses, que buscou compartilhar, em especial com os técnicos administrativos, os problemas que temos e as soluções possíveis". O professor salientou que a proposta que resultou desse diálogo é muito diferente da minuta original, mas que se trata de um documento "muito melhor e identificado com as reuniões que debateram o tema" e foi categórico ao afirmar que "essa proposta vai trazer segurança jurídica para os gestores e para os servidores. É um marco da administração que tem o objetivo principal de proteger a comunidade".

O vice-reitor da UFF, Antonio Claudio da Nóbrega, classificou o trabalho como um ato de responsabilidade da gestão e também valorizou o processo pelo qual se chegou ao relatório. Nas palavras do vice-reitor, "o exercício de tomar decisões, ouvindo as pessoas, ouvindo os atores, é uma característica dessa administração que tem sua marca nesse trabalho". Antonio Claudio também lembrou da importância dessa regulamentação para os servidores, afirmando que "esse trabalho não representa um cerceamento do servidor. Pelo contrário, representa a segurança que o trabalho que se executa pode ser explicado de forma livre e altiva para a sociedade".

O reitor Sidney Mello encerrou a reunião com uma fala em que expôs a situação da universidade e os grandes debates travados em sua gestão. Segundo Sidney, "esse momento que estamos vivendo é um marco. A administração da universidade sistematicamente propõe grupos de trabalho mas esse GT específico de organização da jornada de trabalho é, de fato, o segundo movimento dessa administração de enfrentamento de situações difíceis na universidade. Fomos sistematicamente abordados pelo Ministério Público pela instauração do ponto eletrônico. Instauramos um grupo de trabalho, ampliamos esse grupo, trouxemos diretores de unidade e técnicos administrativos para esse processo. Democratizemos esse debate e chegando a esse resultado que é apresentado hoje". O reitor lembrou, em sua fala, que também foi tomada a decisão de dar isonomia plena aos funcionários RJU do Hospital Antônio Pedro e afirmou que o trabalho desenvolvido pelo GT é "da maior importânica no que diz respeito à responsabilidade com o trabalhador da Universidade".

O relatório agora segue para o Gabinete do Reitor, onde será analisado com o compromisso assumido pela Reitoria de se dar uma resposta rápida ao mesmo.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Setor responsável: 
Telefone: 
21 2629 5205

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.