Eu sou: Técnico | Docente | Estudante

Acolhimento Estudantil comemora 10 anos e promete surpresas para calouros da UFF

A UFF realizará nesta sexta-feira, dia 24, a partir das 9h, na quadra do Instituto de Educação Física, no Campus do Gragoatá, o seu tradicional evento de recepção aos calouros: o Programa de Acolhimento Estudantil (PAE), que completa 10 anos. Pioneira neste tipo de recepção aos novos alunos, a iniciativa foi criada em 2007 pelo então pró-reitor de Assuntos Acadêmicos, professor Sidney Mello, hoje reitor da universidade. A abertura contará com uma apresentação do UFF Breakers Cheerleading, grupo de alunos que fazem ginástica, acrobacias e dança. A prática anima torcidas de alguns esportes como futebol, basquete e vôlei.

O PAE é o momento do primeiro contato do estudante com o universo acadêmico, renovando-se a cada ano. Para os organizadores, esta edição promete ser a mais acalorada dos últimos tempos. O evento se tornou um marco na UFF com a realização da Feira de Informação, que reúne projetos e representações estudantis de diferentes faculdades e campi sediados em Niterói e em outros municípios do estado.

A estudante de Arquitetura e Urbanismo, Juliana Alves, coordena o Movimento Correnteza, grupo que faz parte de uma iniciativa nacional de estudantes universitários para o fortalecimento do movimento estudantil do Brasil. Para ela, participar do Acolhimento na UFF é uma oportunidade para fazer cultura e debater questões referentes à melhoria de condições na nossa universidade. Já Tiago Veneza de Souza, veterano da UFF do curso de Química, afirma que eventos como o PAE “promovem o crescimento pessoal, o aprendizado de novos conhecimentos e a formação profissional”.

Na edição anterior, em homenagem às Olimpíadas, a equipe organizadora propôs que o acolhimento fosse uma gincana que mobilizou os cursos para a participação em várias atividades lúdicas que culminaram na premiação dos três cursos com maior pontuação, além da melhor torcida. Como parte dessa ação, os estudantes trouxeram alimentos, materiais de higiene e roupas que foram doados para uma instituição beneficente escolhida por eles. Segundo Márcia Pinto, uma das organizadoras, “a gincana promove a integração dos calouros de diversos cursos, levando-os a conhecer universitários de toda a UFF. Neste semestre, decidimos com os alunos que além da gincana retomaremos a Feira de Informação”.

Acessibilidade e Inclusão no Acolhimento

Dentre as atrações propostas para a Feira de Informação do PAE, a equipe do Divisão de Acessibilidade e Inclusão - Sensibiliza-UFF (DAI) realizará uma série de demonstrações envolvendo as dificuldades na rotina das pessoas com deficiência. A divisão apresentará uma exposição, além de um quiz inclusivo e a exibição de vídeo.

Segundo Lucília Machado, uma das coordenadoras do Sensibiliza-UFF, essa é a décima vez que a divisão organiza atividades de vivência inclusiva, nas quais os calouros, seus familiares e visitantes da universidade têm a oportunidade de experimentar por instantes o cotidiano da pessoa com deficiência. "Eles serão convidados a andar em cadeira de rodas e usar bengala com os olhos vendados”, conta.

Atualmente a universidade tem mais de 100 alunos com deficiência na graduação, pós-graduação e educação à distância. Dentre eles, deficiência física, auditiva, visual, com transtornos globais do desenvolvimentos, altas habilidades e superdotação. De acordo com Lucília Machado, esses alunos são recebidos e acompanhados pela Divisão de Acessibilidade e Inclusão, que tem a missão de implantar e efetivar a política de acessibilidade e inclusão da UFF.

Já a equipe do SensiLibras organizou uma atividade prática com os alunos para divulgar a Língua Brasileira de Sinais (Libras). A atividade apresentará o alfabeto manual e fará uma brincadeira de caça-palavras, com tema de animais marinhos, para que todos os participantes do PAE tenham a oportunidade de ter contato com a linguagem de sinais.

Os organizadores do PAE contam mais uma vez com a parceria do Projeto Conheça a UFF, que nesta edição recepcionará cerca de 400 alunos de escolas do ensino médio não só de Niterói, como de outras cidades do Estado do Rio de Janeiro.

Conheça a UFF

De acordo com o coordenador do Projeto Conheça a UFF, Renato Resende Vasconcellos, a iniciativa atende anualmente cerca de 60 unidades de ensino e 3.200 estudantes da rede pública e privada de escolas de Niterói, interessados em conhecer a universidade. “A instituição existe para o ensino, pesquisa e extensão e o estudante é uma das bases desses pilares”, afirma, ressaltando que o foco do projeto é desenvolver um relacionamento com o aluno antes mesmo da divulgação dos resultados no Enem.

Nos últimos três anos o projeto investiu na apresentação da UFF para estudantes, indo além das visitas guiadas e da participação em feiras nas escolas. Eventos semestrais especiais foram promovidos, nos quais veteranos compartilham experiências e expõem as inúmeras possibilidades de seus cursos, além de outras atividades que promovem uma imersão do aluno do ensino médio no ambiente universitário.

O coordenador ressalta que o projeto também possui uma fanpage com assuntos de interesse aos futuros calouros da universidade, que vão de entrevistas com universitários à apresentação de serviços - cursinhos sociais, serviço de psicologia aplicada, divulgação das chamadas do SIS, entre outros. Além disso, reconhecendo a dificuldade de algumas escolas de virem até a universidade, o Conheça a UFF também vai até elas, levando informações gerais sobre o funcionamento da instituição e sua diversidade.

Programação

Os cursos inscritos na gincana participarão de cabo de guerra, corrida de saco, circuito, karaokê, quiz e doação de alimentos. “Temos nove cursos inscritos na gincana e 21 projetos para a feira. Vai ser realmente uma mistura interessante, num espaço de diversão e informação, não só para a comunidade estudantil como também para o público de fora, que tem no Acolhimento Estudantil um excelente momento para conhecer a UFF e o que ela oferece à cidade e aos municípios vizinhos”, informa uma das organizadoras do evento, Renata Feitoza.

Após a premiação dos vencedores da gincana, no final da tarde, em comemoração aos 10 anos do evento, será realizado um show de encerramento com a Banda Sabiazes, formada por universitários, além de DJ e uma atração surpresa.

Veja a programação detalhada em http://bit.ly/2nKzX4r.

Público-alvo: 
Localidade: 

Compartilhe