Eu sou: Técnico | Docente | Estudante | Bandeira da inglaterra

Cerimônia acadêmica da UFF homenageia estudantes e docentes

No próximo dia 28, a UFF vai realizar cerimônia em homenagem a estudantes e ex-estudantes da graduação, professores e pesquisadores  no “Premiações Acadêmicas 2015”.  O evento, anual, valoriza e divulga atividades que contribuem efetivamente para o avanço da instituição e da sociedade em geral.  A cerimônia será realizada às 19h, no Auditório do Instituto de Física, 2º andar da Torre Nova - Avenida General Milton Tavares de Souza, s/nº, Campus da Praia Vermelha, Niterói.

A cerimônia contempla as seguintes premiações: 4º Prêmio de Excelência à Docência, Láurea Acadêmica e Prata da Casa. A homenagem é concedida pela pró-reitoria de Graduação (Prograd).

Aproximadamente 150 pessoas participam anualmente do evento, que contará este ano com a presença do vice-reitor, Antonio Claudio da Nóbrega, representando o reitor Sidney Mello,  do pró-reitor de graduação, Renato Crespo, entre outras autoridades, estudantes e familiares. Na ocasião, também serão homenageadas as servidoras Rita Cubel e Arlete Granero, as primeiras incentivadoras e responsáveis pela implantação da premiação Prata da Casa, na universidade, em 2007.

Prêmio de Excelência à Docência

O Prêmio de Excelência à Docência, instituído pela Prograd em 2012, tem como objetivo estimular e valorizar as ações dos professores pela sua dedicação ao ensino de graduação. Serão homenageados os seguintes docentes: em primeiro lugar, o ex-professor Zander Barreto Miranda (in memoriam), da Faculdade de Veterinária, seguido de Tadeu Nagashima Ferreira, da Escola de Engenharia e Dalessandro Soares Vianna , do Instituto de Ciência e Tecnologia, de Rio das Ostras, em segundo e terceiro lugares, respectivamente. 

Láurea Acadêmica

A Prograd homenageará  97 estudantes que se destacaram durante o ano letivo com o prêmio Láurea Acadêmica, instituído em 2009. A premiação aos alunos da graduação, presencial e à distância de 118 cursos, formados no segundo semestre de 2014 e primeiro semestre de 2015, tem como objetivo tornar público o mérito acadêmico nas suas diferentes formas de expressão.

Dentre os homenageados de 2014 e 2015, destacam-se por terem obtido as maiores notas: a estudante de Estudos de Mídia, do campus de Niterói, a carioca Letícia Tereza Barbosa da Silva; a aluna de Administração do campus de Itaperuna, Tamyres Dias Ramires da Silva, natural da cidade fluminense de Cardoso Moreira; e do curso à distância de Tecnologia em Sistemas de Computação, o aluno Rodrigo Souza de Abreu, de São Gonçalo, também no Rio de Janeiro. Confira aqui a tabela completa dos laureados

“A importância do prêmio para mim é incomensurável, pois não apenas reconhece o esforço dado ao longo da graduação, mas também estimula a continuar se empenhando na vida acadêmica e profissional”, declarou Letícia Barbosa.

Para Tamyres Ramires, “receber o prêmio é uma honra. Agradeço muito a Deus por essa conquista em minha vida. Minha família e meus amigos sabem o quanto eu ficava tensa em cada trabalho e prova a serem realizados. Mas todo esforço está sendo recompensado, e estou muito feliz com isso”. 

“Faltam palavras para expressar o quão gratificante é receber este prêmio após anos de dedicação. Parabenizo a UFF por reconhecer isso de seus alunos, e que continue sempre nos incentivando, pois é um diferencial muito importante para nós”, disse, emocionado, Rodrigo de Abreu.

Prata da Casa

Seis ex-alunos que se destacaram em suas áreas de atuação serão homenageados pela universidade com o Prêmio Prata da Casa, criado em 2007:  o advogado, presidente da Fundação Palmares e assessor especial da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, da Presidência da República, Carlos Alves Moura; o roteirista e diretor de cinema, Paulo Sergio Cristian Halm, autor de:  "Meu nome não é Johnny", "Cazuza - O tempo não para", "Antes que o mundo acabe", "Olhos azuis" e "Achados e perdidos”, este último premiado pela Academia Brasileira de Letras (ABL), em 2007; o mestre em engenharia de software, Daniel Castellani, que atua desde 2008 no desenvolvimento de ferramentas que aumentam a qualidade de programas e projetos para a Web; a jornalista, Mara Pimentel, responsável pela implantação e expansão do “Programa Tonomundo”, uma das maiores iniciativas privadas de inclusão digital do Brasil; a médica e deputada estadual, Tânia Rodrigues, uma das fundadoras da Associação Niteroienses dos Deficientes Físicos (Andef) e integrante do Comitê Paraolímpico Brasileiro; e a jornalista, Cristina Serra, repórter do Fantástico, antes correspondente internacional pela Rede Globo, em Nova York, assim como repórter no Rio de Janeiro, Brasília, e da revista Veja.

 

Público-alvo: