Eu sou: Técnico | Docente | Estudante | Bandeira da inglaterra

Internet de alta velocidade beneficia 16 mil pessoas nos Campi de Expansão da UFF

Rede de fibra ótica aumenta velocidade em cinco vezes em oito unidades da universidade

Durante os cursos de verão e na volta às aulas, estudantes da Universidade Federal Fluminense de Angra dos Reis e Santo Antônio de Pádua, vão encontrar aumento substancial de até cinco vezes na internet dos campi de expansão. Por meio da adesão ao Programa Veredas Novas, a UFF implementou redes de fibra ótica de baixo custo, passando a velocidade média de conexão de 20 para 100 MB/s. O projeto beneficia diretamente um total estimado de 16.500 pessoas, entre estudantes, professores e técnicos administrativos) das unidades.

A conexão via fibra ótica está em pleno funcionamento em sete cidades: Volta Redonda, Angra dos Reis, Macaé, Santo Antônio de Pádua, Campos dos Goytacazes, Nova Friburgo e Petrópolis pela Rede Metropolitana de Petrópolis.

De acordo com o reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, essa é mais uma ação que mostra a atenção da administração com os campi do interior. A internet em alta velocidade é um salto de qualidade tecnológico e contribui para promover o desenvolvimento científico, ao mesmo tempo em que confere maior agilidade na gestão. “A modernização da rede representa mais um passo na construção de uma infraestrutura para dinamizar a universidade. Com isso, podemos ter mais eficiência, tanto científica quanto administrativa, pois acelera a troca de informações entre os setores. O serviço melhora as condições gerais para o exercício de atividades de ensino, pesquisa e extensão e facilita a integração entre a sede e o interior”, afirma o reitor.

Segundo o superintendente de Tecnologia da Informação da UFF, Helcio de Almeida Rocha, a iniciativa cria maior integração entre os campi da UFF por meio dos recursos tecnológicos disponíveis, como maior velocidade para transferência de dados e de conexão em vídeo conferências.

“Teremos maior confiabilidade em prover os dados e serviços em virtude do meio de transmissão ser em fibra ótica. A instalação traz melhorias para toda a comunidade universitária, como suporte para maior número de acessos simultâneos e melhor experiência em compartilhar dados, mais agilidade no carregamento de páginas e para subir dados para a web”, explica Helcio Rocha.

O acesso é irrestrito a todos os usuários devidamente vinculados à UFF. A conexão pode ser feita tanto por rede de cabos quanto pela rede sem fio (Eduroam).

Veredas Novas

O programa Veredas Novas é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), coordenado pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), em parceria com o Conselho Nacional de Secretários para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). Ele tem como objetivo conectar, em alta velocidade, todos os campi de universidades e institutos tecnológicos públicos no interior do país. As sedes das instituições são conectadas a 1 Gb/s e os outros campi, a pelo menos 100 Mb/s.

Compartilhe