Eu sou: Técnico | Docente | Estudante

Prefeitura de Angra dos Reis doa terreno à UFF

Autoridades de Angra dos Reis e reitor em cerimônia de cessão de terreno à universidade

No dia 12 de novembro, a UFF firmou, junto à prefeitura de Angra dos Reis, contrato de doação de terreno de 12 hectares, para instalação do campus. O novo local cedido pela prefeitura vai possibilitar a ampliação da oferta de cursos de graduação no interior do Estado.

Segundo a prefeita do município, Conceição Rabha, a assinatura da escritura pública de doação do terreno, no bairro do Retiro, concretiza a instalação definitiva da UFF em espaço próprio, um legado para o município.

Hoje são oferecidos no município os cursos de graduação de Pedagogia, Políticas Públicas e Geografia. Para o reitor Sidney Mello, a cessão do terreno em Angra dos Reis oferece evidência do compromisso da administração com a equalização das condições de ensino entre as unidades do interior e a sede da UFF.

Em seus campi no interior a UFF tem em média seis cursos superiores e esta é também uma meta para Angra dos Reis", afirma Sidney Mello.

A aquisição deste terreno se soma a outras iniciativas que visam à consolidação da expansão da universidade no interior, como a inauguração do campus em Petrópolis e o investimento na infraestrutura física em unidades como Nova Friburgo, Macaé e Campos dos Goytacazes. Além da prioridade dada a estas unidades, na distribuição de quadros docentes e de servidores técnico-administrativos.

O principal objetivo agora, segundo Sidney Mello, é construir o prédio e fazer a instalação da universidade no terreno o mais rápido possível. “Em seus campi no interior a UFF tem em média seis cursos superiores e esta é também uma meta para Angra dos Reis. Contudo, ainda não está prevista uma data para construção desse polo.”

O reitor esclarece ainda que as restrições orçamentárias que a UFF enfrenta, desde o final do ano passado, certamente tiveram  grande impacto  para a universidade, mas em nenhum momento, esmorece a determinação da reitoria em construir uma universidade mais qualificada, plural e inclusiva.