Eu sou: Técnico | Docente | Estudante | Bandeira da inglaterra

Gincana é a atração escolhida para o Acolhimento Estudantil

Logotipo do Acolhimento Estudantil da UFF

Corrida de saco, ovo na colher, karaokê, arrecadação de alimentos, caça ao tesouro e cabo de guerra serão algumas das provas que compõem a Gincana organizada pelo Acolhimento Estudantil da Universidade Federal Fluminense (UFF). O evento será realizado nesta sexta-feira (2), das 9h e às 17h, na Educação Física, Campus do Gragoatá. Devido à alteração do calendário por conta dos Jogos Olímpicos, o acolhimento este ano ganha um novo formato, acontecendo em um dia só, diferente das edições anteriores em que o evento acontecia ao longo do período de matrícula.

O objetivo da gincana é promover uma maior integração não somente entre calouros e veteranos, mas também entre coordenadores e professores dos cursos envolvidos, de acordo com uma das coordenadoras do Acolhimento Renata Feitoza. A premiação será feita aos três cursos que alcançarem os melhores desempenhos ao longo das competições, juntamente com a melhor torcida. Além dos troféus aos ganhadores, a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proaes), responsável pelo evento, oferecerá brindes aos demais participantes, como, por exemplo, desconto em cursos de idiomas oferecidos pelo Celenit, um dos patrocinadores.

“Nós recebemos a inscrição de dez cursos para participar da gincana, além de 12 projetos inscritos para compor a feirinha”, explica Renata. “A feirinha de projetos é uma tradição do Acolhimento Estudantil, em que atléticas, diretórios acadêmicos e movimentos estudantis demonstram o funcionamento da universidade, as formas de participação dos movimentos e a apresentação do curso”, complementa. Além das exposições confirmadas, representantes da Proaes irão explicar aos novos alunos os benefícios oferecidos pela Pró-Reitoria e os meios para obtê-los. Entre os cursos inscritos para participar dos jogos estão Direito, Farmácia, Comunicação Social, Turismo, Geografia e Ciência da Computação.

Projetos

A Casa da Descoberta está com presença confirmada no Acolhimento. Segundo a coordenadora, Daisy Maria Luz, uma das atrações que a casa pretende apresentar durante o evento é o Planetário Inflável, em que é possível visualizar constelações, assim como alguns experimentos químicos e físicos. “A nossa intenção é levar experimentos ligados a eletricidade e eletrostática, como, por exemplo, a Pilha Humana e a bicicleta geradora de energia”, esclarece Daisy. Além dos experimentos, a casa vai oferecer oficinas de confecção de equipamentos. “Vamos ensinar aos alunos como construir um caleidoscópio, um equipamento feito basicamente por espelhos, de fácil montagem, mas que é interessante", complementa a coordenadora.

Outro projeto inscrito é o da Associação Atlética de Turismo da UFF, que pretende expor vídeos explicativos a respeito do funcionamento da organização, produtos e prêmios adquiridos em competições passadas. “O objetivo da Atlética é mostrar ao aluno recém-chegado como funciona a atlética, quais esportes oferecemos e estimulá-lo a fazer parte da equipe”, esclarece o Presidente da Atlética, Renato Lima, que espera captar novos integrantes durante o evento.

Provas

A gincana vai contar com uma prova preparada pelo time de cheerlearding, UFF Breakers, em que calouros e veteranos terão que realizar passos preparados pelo time para ganhar pontos. “Diante do novo formato, pensamos em ensinar acrobacias de cheerlearding e exercícios de elevação como Prep, Extensão, Lib e Baskets”, enumera a capitã do time, Dominique Baltazar. “Ao longo da prova iremos avaliar se será possível aumentar o nível de dificuldade e no final da prova ganhará o ponto o curso com melhor desempenho”, complementa.

A arrecadação de alimentos não perecíveis foi lançada e elaborada com o intuito de que os alunos se empenhem em ajudar uma fundação, já que ao final da gincana os ganhadores decidem em consenso a instituição para qual a doação será destinada. O montante arrecadado deverá ser entregue ao final dos jogos e os pontos serão computados de acordo com a quantidade acumulada.

Expectativa

Cada modalidade valerá pontos que serão somados ao final dos jogos para enfim serem eleitos os cursos campeões. “Esse modelo do acolhimento foi pensado junto com os estudantes, por meio de reuniões. Esperamos que seja algo bem dinâmico e, caso tenha sucesso, pretendemos no próximo semestre manter o modelo tradicional, ao longo da matrícula, mas mantendo a gincana”, conclui a também coordenadora do Acolhimento Márcia Pinto Ribeiro.

Para conferir a programação completa clique aqui.

Compartilhe