Huap inicia drive-thru para diagnosticar profissionais de saúde suspeitos de infecção por coronavírus

Print Friendly, PDF & Email

Um dos objetivos é evitar que sintomáticos tenham contato com pacientes do hospital

O Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap) deu início, na última sexta-feira (27), a um novo sistema para diagnóstico de profissionais de saúde do hospital suspeitos de infecção pelo novo coronavírus (Covid-19). É uma espécie de drive-thru, em que aqueles que apresentem sintomas gripais cheguem com o carro e realizem o teste na porta lateral do hospital, sem precisar entrar no ambiente fechado. A ação tem apoio do Instituto de Virologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O objetivo principal é testar o profissional sintomático da linha de frente do combate ao coronavírus, para que ele se isole, em caso positivo, ou volte rapidamente ao trabalho, em caso negativo. A estratégia do drive thru foi para evitar que profissionais com suspeita tenham contato com pacientes do hospital. Outro motivo pelo qual o sistema foi implantado é o melhor aproveitamento das EPIs.

O reitor da Universidade Federal Fluminense ressaltou que essa estratégia de testagem faz parte de um conjunto de medidas que visam cuidar da saúde dos profissionais do Huap e contribuir com a desaceleração coletiva da propagação do vírus. “Essa é mais uma ação de apoio, proteção e atenção para com os profissionais que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 no Huap. O objetivo é protegê-los individualmente e colaborar para um movimento global de redução da velocidade de contaminação da doença”, afirmou.

Segundo Sayonara Drummond, Gerente de Atenção à Saúde do Huap, a ideia inicial era realizar os testes em uma sala isolada, mas a entrada seria comum ao resto do hospital. Foi quando mudaram a estratégia.

- Nós resolvemos não fazer pela entrada comum e criamos uma entrada própria lateral, para que as pessoas entrem de carro no hospital e a gente possa fazer a coleta. Assim, evita o cruzamento do paciente do ambulatório com o profissional com suspeita. Isso também traz uma economia de EPIs. No outro formato, para cada paciente era necessário fazer toda a paramentação e trocar. Entre esse processo e limpar a sala para outro entrar, levávamos um tempo muito grande de coleta. Dessa forma, só é preciso trocar a luva. Em uma hora, coletamos 10 pessoas.

Drive-Thru faz parte de uma série de ações do Huap no combate ao coronavírus
O Huap tem feito diversas ações no combate ao Covid-19. Uma delas, ocorrida em meados de março, foi o fechamento do ambulatório por tempo indeterminado, com o intuito de evitar aglomerações no ambiente hospitalar fechado. Atualmente, as cirurgias eletivas estão suspensas, seguindo orientação do Secretário Estadual de Saúde. São mantidas apenas as cirurgias oncológicas, cardiovasculares e de urgência. A decisão veio após reunião com a Secretaria Municipal de Saúde de Niterói.

Outra ação, integrada com a UFF, foi a sanitização das áreas com maior circulação de pessoas no ambiente hospitalar, iniciada esta semana. A UFF também disponibilizou ônibus gratuitos para profissionais da área médica que morem na capital, Região dos Lagos e Baixada Fluminense. Além disso, a universidade também está confeccionando máscaras em impressoras 3D para proteção da equipe de saúde, assim como produzindo álcool 70% líquido e em gel para atender à demanda do hospital.
* Informações da Unidade de Comunicação Social (UCS) do Huap

Público-alvo: 
Localidade: