Eu sou: Técnico | Docente | Estudante

Falta de repasses financeiros do Governo para as IFES é discutida no RJ

O vice-reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Antonio Claudio da Nóbrega, participou, nessa sexta-feira (29/09), na Universidade Federal do Rio de Janeiro, no Rio, da reunião entre as direções das universidades, institutos e centros de pesquisas federais, a bancada de deputados federais, senadores e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

A garantia da conclusão dos repasses do orçamento de 2017 e para 2018 foi o ponto principal das discussões. Os representantes das instituições reafirmaram a importância dos investimentos na área da educação, ciência e tecnologia. Na reunião ficou acertado que vão entregar um documento com as principais reivindicações ao Congresso.

Esse foi o segundo encontro  organizado pelos parlamentares para discutir o orçamento das instituições federais de ensino do Rio de Janeiro. O primeiro aconteceu na semana passada, em Brasília.

Para o vice-reitor da UFF, Antonio Claudio da Nóbrega, a reunião foi extremamente positiva. “Saímos com encaminhamentos objetivos. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, é um interlocutor muito importante com o Governo. Além dele, contamos com a participação de deputados e senadores e todos com um discurso uníssono em prol da recuperação do orçamento para esse ano e de ajustes para o ano que vem”, informou o vice-reitor.

Segundo Antonio Claudio da Nóbrega, “as perspectivas são concretas e vamos ficar em cima, cobrando e garantindo que a UFF tenha seus recursos para continuar suas atividades em alto nível”.

O deputado federal Hugo Leal, coordenador da bancado do Rio, ressaltou a importância da reunião e disse que foi fundamental o encontro para discutir a questão dos investimentos para a área da ciência e tecnologia e para a educação como um todo. “Especialmente na área de ciência e tecnologia os investimentos estão sendo reduzidos cada vez mais e pesquisa e ciência sem investimentos não existem”.  Hugo Leal informou que o presidente da Câmara se comprometeu com o fechamento do orçamento de 2017 e será feito para poder ter o mínimo de tranquilidade no ano. Para 2018, o deputado disse que, se for pego o orçamento de 2016 acrescido da inflação e devidamente aprovado, haverá condições de enfrentar o problema no ano que vem. 

De acordo com presidente da Câmara, Rodrigo Maia, “vamos buscar uma solução imediata em conjunto com a bancada. Mas é importante também que comecemos a fazer um planejamento do setor para os próximos 10 anos”. “Ensino e pesquisa são fundamentais para o país”, declarou Rodrigo Maia.

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Setor responsável: 
Grande área: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.