Centro de Artes UFF tem sessão online de curta-metragens

Print Friendly, PDF & Email
Categoria: 
Onde: 
videoconferência ou live interativa
Quando: 
qui, 23/07/2020 - 19:00
Descrição: 

O Cine Debate UFF, projeto do Centro de Artes UFF, recebe nesta edição uma sessão de curtas de um dos mais elogiados jovens cineastas brasileiros, Leonardo Mouramateus. A retrospectiva vai contar com a exibição de cinco curtas-metragens que marcaram a carreira do cineasta cearense em diversos momentos.

1) Charizard, de Leonardo Mouramateus
Ficção, 15´, 2012, 14 anos
A semana em que Virna resolveu se separar do namorado para ficar comigo, foi a mesma semana em que me ofereceram um emprego temporário de caseiro.

2) Mauro em Caiena, de Leonardo Mouramateus
Documentário, 18´, 2012, livre
Admiro pra caramba essa capacidade, Mauro. De se transformar em outra coisa. Como um dinossauro ou uma lembrança.

3) O Completo Estranho, de Leonardo Mouramateus
Ficção, 24´, 2014, 14 anos
O coração de Dani endurece e goza.

4) A Festa e os Cães, de Leonardo Mouramateus
Documentário, 25´, 2015, 12 anos
À noite eles se juntam em bando, como se fossem um pelotão que tivesse desertado de uma mesma parte, para este pedaço de bairro no subúrbio de Fortaleza.

5) Vando vulgo Vedita, de Leonardo Mouramateus e Andréia Pires
Ficção, 20´, 2017, 14 anos
Vando (vulgo Vedita) não é visto faz um tempo nas ruas da Barra.

A sessão seguida de debate com o diretor Leonardo Mouramateus. Curadoria dos filmes e mediação da sessão pelo cineasta Andy Malafaia.

Transmissão pelas páginas do Centro de Artes no Facebook (http://fb.com/centrodeartesuff) e YouTube (http://youtube.com/centrodeartesuffoficial).

SOBRE LEONARDO MOURAMATEUS:
Nascido em Fortaleza, Ceará, em 1991, o diretor e dramaturgo Leonardo Mouramateus é mestre em Arte Multimídia pela Universidade de Lisboa e graduado em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal do Ceará. Escreveu e dirigiu uma dezena de premiados curta-metragens exibidos em festivais como Festival dei Popoli, Locarno, Cinema du Réel e Indielisboa, entre outros. Seu curta-documentário “A Festa e os Cães” estreou mundialmente em março de 2015, no 37º Cinéma du Réel – ganhando pela segunda vez o festival francês – e no Brasil, na competição do Festival É Tudo Verdade, além de outros 10 prêmios. Seu primeiro primeiro longa-metragem, “António Um Dois Três”, foi realizado na capital portuguesa e teve sua estreia em 2017 no Festival de Roterdã, na Holanda, dentro da seção competitiva Bright Future, dedicada a filmes de diretores com até dois longas-metragens, percorrendo ainda festivais como o BAFICI, Indielisboa e CPH:PIX. Seus trabalhos também foram exibidos em espaços de cinema como a Cinemateca Francesa, em Paris, e museus como o Centre Pompidou (Paris) e o MASP (São Paulo). Em janeiro de 2020, ganhou uma mostra retrospectiva no Festival de Roterdã, como parte da programação da sessão Deep Focus Short Profile, que se dedica à filmografia de novos realizadores.

Setor responsável: 
Mais informações
Estas são as informações de contato do setor da UFF responsável pelo evento:
Telefone de contato: 
21 3674-7533
Email institucional: 
faleconosco@centrodeartes.uff.br