Cotistas da UFF tiveram melhor desempenho que os ingressantes por livre concorrência

Print Friendly, PDF & Email
A Lei 12.711 de 29 de agosto de 2012 estabelece que as Universidades Federais - IFES devem reservar, em cada concurso seletivo para ingresso nos cursos de graduação, por curso e turno, no mínimo 50% (cinquenta por cento) de suas vagas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas. A partir de 2013 as IFES, atendendo o Art. 8º da lei, iniciaram ofertando pelo menos 25% de todas as vagas.
Após a Lei das cotas, a UFF já registrou no Censo Superior o ingresso de cerca de 60.000 novos alunos nos cursos presenciais de graduação. Um terço destes novos alunos são cotistas.
Mais da metade dos alunos matriculados na UFF são oriundos de escola pública sendo que 35% são cotistas.
Em relação aos alunos formados é preciso aguardar o prazo de duração padrão de cada curso. A maior duração é de 6 anos (12 semestres) no caso do curso de medicina. A menor é a dos cursos de tecnologia como por exemplo o curso de desenho industrial que é de 3 anos. Um aluno que tenha ingressado no primeiro semestre de 2013 no curso de medicina provavelmente concluiu o curso no segundo semestre de 2018.
COTAS - OS PRIMEIROS RESULTADOS
Para analisar o tempo que nossos alunos levaram desde o ano e semestre de ingresso até o ano e semestre de conclusão e considerando que as diferentes durações dos cursos, separamos os formados em faixas de acordo com o tempo empregado:
Tempo empregado além da duração padrão do curso
Alunos que se formam empregando entre 3 semestres a menos ou a mais do que a duração padrão do curso incluindo estes extremos. O valor ideal é que a diferença seja 0, que o aluno tenha uma trajetória exatamente igual a duração do curso definida pelo MEC.
Alunos que, por ter ingressado através de outro concurso (transferência, reingresso de graduados, mudança de curso, etc), se formam empregando menos do que 3 semestres em relação a duração do curso.
Alunos retidos. Alunos que se formam empregando entre 3 e 6 semestres a mais do que a duração padrão do seu curso.
Alunos que se formam empregando mais do que 6 semestres em relação a duração padrão do curso.
Tempo utilizado pelos alunos formados em 2018
Tempo de curso - Livre concorrência e cotas
Em 2018, enquanto 93% dos cotistas se formaram no tempo esperado, este percentual foi de 65% entre os alunos que ingressaram pela livre concorrência.
Os dez mitos sobre as cotas

 

Para saber mais sobre este informativo

Estes são os dados de contato do setor da universidade que escreveu este informativo:

Email: 
Telefone: 
21 976541742
Grande área: 

Avalie esta página

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
A atualização mais recente deste conteúdo foi em 05/12/2019 - 10:27