Eu sou: Técnico | Docente | Estudante | Bandeira da inglaterra

Conheça o Sistema de Bens Ociosos da UFF

Computador, mesa e telefone...Qual equipamento ou material você não utiliza mais no seu setor? Está na hora de compartilhar essa informação com toda a universidade e, quem sabe, contribuir para melhorar a estrutura de algum outro departamento. Conheça o Sistema de Gestão de Bens Ociosos (SIGEBOC), uma iniciativa da Coordenação de Administração Patrimonial/SAEN.

O SIGEBOC é uma plataforma virtual que reúne uma listagem de todos os bens ociosos disponíveis na UFF e em perfeito estado para uso. Além de incentivar a adoção de práticas sustentáveis, a reutilização de bens materiais possibilita a economicidade dos recursos financeiros da própria universidade.

Para a unidade acadêmica ou administrativa que ficou interessada, saiba que existem duas formas distintas para você se beneficiar, seja por meio do cadastro na plataforma do SIGEBOC do material sem uso no setor, mas em pleno funcionamento; ou através do pedido de transferência do item que esteja na listagem e seja conveniente para o departamento demandante. Ambos os processos são bem simples.

Para o cadastramento de algum bem ocioso, basta enviar um e-mail para ivanraphael@id.uff.br, com fotos e o número do registro patrimonial do que deseja cadastrar. Já para solicitar a transferência, é necessário manifestar interesse junto à unidade cedente, cabendo a uma e/ou outra o encaminhamento da nota de transferência para o Patrimônio. As informações completas sobre todo esse processo encontram-se disponíveis na página do sistema. Entre neste link e verifique o passo a passo.

Agora que você já tem praticamente todos os dados sobre o SIGEBOC, aproveite para conferir quais equipamentos e demais bens encontram-se ociosos no seu setor. Qualquer material em bom estado de conservação e em funcionamento pode ser útil para outra unidade. Não se esqueça disso e contribua! Dúvidas, esclarecimentos e sugestões podem ser obtidas diretamente pelo e-mail dcp.cap.saen@id.uff.br ou pelo telefone: 21 2629 2525.

Tags: