Macaé

Notícias e Informes recentes

LOA determina cortes e condicionamento do orçamento da UFF para 2020

A Lei Orçamentária Anual (LOA) aprovada pelo Congresso Nacional para o exercício de 2020 e sancionada pelo Presidente da República aponta para mais um ano de restrição para as universidades federais. Estudo técnico realizado pela Pró-Reitoria de Planejamento da UFF indica que há dois problemas principais a serem enfrentados. O primeiro é uma redução de quase 4% da verba discricionária em relação a 2019, atingindo diretamente os recursos de custeio, capital e assistência estudantil. O segundo é o bloqueio de 40% do orçamento global, impactando, inclusive, gastos com pessoal.

Informe sobre o Projeto Desfazimento Legal em 2020

A CAP/SAEP, através do projeto Desfazimento Legal (uma parceria entre a SAEP e a SOMA) atendeu um grande volume de solicitações de retirada de bens inservíveis no ano de 2019.

Por meio de editais de doação, estes bens estão sendo alienados em conformidade com o decreto Lei 9373/2018 – que regula este fluxo na administração federal, prevendo inclusive os entes e organizações aptas ao recebimento destas doações.

SOMA: Divisão de Transporte implanta o SISAUTO, nova ferramenta de transporte da UFF

A Divisão de Transporte, vinculada à Coordenação de Transporte, Segurança e Logística da Superintendência de Operaçãoes e Manutenção (DTR/CTSL/SOMA), inaugura nova forma de solicitação de agendamento de veículos oficiais na Universidade Federal Fluminense.

O SISAUTO, desenvolvido em parceria pelo STI/VCX (Volta Redonda), a SOMA e a PROAD – Pró-Reitoria de Administração, tem como objetivo organizar o uso de veículos oficiais da UFF. Faz a gestão de viagens e veículos automotores interagindo com os usuários e solicitantes dos serviços.

Das telas para a sala de aula: projeto da UFF de Volta Redonda utiliza desenhos animados japoneses no ensino de química

Os desenhos japoneses são um sucesso entre os adolescentes brasileiros. Com milhões de fãs espalhados pelo mundo, os animes - como são popularmente conhecidos - chegaram ao Brasil no final dos anos 60, mas foi só a partir da década de 90 que começaram a se tornar mais influentes para a juventude do país. Atualmente, as animações orientais deixaram de estar somente nas televisões e outros aparelhos eletrônicos para invadir as salas de aula.

Páginas