Logotipo da UFF

Cinema na UFF - Centro de Artes UFF

Subscrever feed Cinema na UFF - Centro de Artes UFF
Portal do Centro de Artes da Universidade Federal Fluminense
Atualizado: 8 horas 33 minutos atrás

Éramos em bando

sex, 27/11/2020 - 12:50

ÉRAMOS EM BANDO, Brasil, 2020, 54´, 12 anos
De Marcelo Castro, Pablo Lobato e Vinícius de Souza
Com Antonio Edson, Eduardo Moreira, Inês Peixoto, Julio Maciel, Lydia Del Picchia, Paulo André e Teuda Bara, Marcelo Castro, Vinícius de Souza, Gilma Oliveira e Davi Fonseca

O filme acompanha o Grupo Galpão durante um período de isolamento social. Impedidos de estrear no teatro a 25a montagem da companhia, devido a uma pandemia mundial, as atrizes e atores se encontram durante dez dias para uma primeira experiência artística no ambiente virtual.

03 de dezembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Cine Debate – Sessão especial Cinefoot

seg, 23/11/2020 - 13:21

GERAL, de Anna Azevedo
[RJ, 15 minutos. 35mm, Dolby, 2010]

A performance dos geraldinos nas últimas 5 partidas anteriores ao fim da Geral do Maracanã.

 

AZUL, de Nina Tedesco
[RJ, doc, 7min, cor, 2013]

Esse é um filme sobre família, e não tem fotos antigas. Também é sobre história, mas sem fontes ou precisão cronológica. Um filme de uma fotografa no qual ninguém opera a câmera. Não faz muito sentido, mas a nossa relação com o futebol também não.

 

MAIS TRISTE QUE CHUVA NUM RECREIO DE COLÉGIO, de Lobo Mauro
[RJ, 14min, cor, DCP, 2018]

Em som e imagem, a reforma superfaturada do Maracanã para a Copa de 2014, o impeachment da presidente Dilma Rousseff e a reforma trabalhista de 2017.

 

BOCA DE FOGO, de Luciano Pérez Fernandéz
[RJ, doc, 9min, p&b, 2017]

Na cidade de Salgueiro (PE), os torcedores de futebol, na arquibancada, enfrentam o sol e o desconforto em busca das emoções dos jogos de futebol locais. Eles acompanham, pelo rádio, o peculiar comentarista Boca de Fogo, que lança seus comentários com sua voz poderosa e dicção inconfundível, tornando mais eletrizante cada lance das disputas.

26 de novembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão
Facebook: https://www.facebook.com/centrodeartesuff
Youtube: https://www.youtube.com/centrodeartesuffoficial

Categorias: Centro de Artes UFF

Cavalo

sex, 13/11/2020 - 16:13

CAVALO, Experimental, Brasil, 85min, 2020, 12 anos
De Rafhael Barbosa e Werner Salles

Envolvidos num processo artístico, sete jovens dançarinos são provocados a um mergulho em suas ancestralidades.

Primeiro longa-metragem fomentado por um edital público em Alagoas, “Cavalo” representa um marco para a política cultural do estado.

Sessão seguida de debate com elenco do filme.

Biografia: Rafhael Barbosa é graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Alagoas. Atuou como repórter, curador de mostras, produtor cultural e redator publicitário. Realizou os filmes “Chimarrão, Rapadura e Outras Histórias” (2008); “KM 58” (2011), e “O que Lembro, Tenho” (2013), “Tempo de Cinema” (2014), “Jangada de Pau” (2014) e “A Feijoada da Vovó Maria Conga”. Werner Salles é jornalista, documentarista, roteirista e designer gráfico. Escreveu e dirigiu “Imagem Peninsular de Lêdo Ivo” (2003) e “História Brasileira da Infâmia – Parte 1” (2005), além dos médias-metragens e “Interiores ou 400 Anos de Solidão” (2012), e “EXU – Além do Bem e do Mal” (2012). É vencedor do Troféu Candango no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro pelo roteiro do documentário Tudo Isto me Parece um Sonho, dirigido por Geraldo Sarno.

19 de novembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Super orquestra arcoverdense de ritmos americanos

sex, 06/11/2020 - 14:56

SUPER ORQUESTRA ARCOVERDENSE DE RITMOS AMERICANOS, Documentário, Brasil, 77min, 2016, livre
De Sergio Oliveira

Uma tradicional orquestra de baile sertaneja, a Super Oara, anima festas de debutantes de vestidos vaporosos e cores vibrantes. Enquanto isso, esse mesmo Sertão, território mítico do imaginário brasileiro, é transformado em sua paisagem por grandes obras, ao ritmo de máquinas e operários. Super Orquestra Arcoverdense de Ritmos
Americanos é um documentário em tom fabular que faz um recorte de um sertão contemporâneo onde alguns privilegiados celebram e outros menos afortunados, animais incluídos, dançam, cantam, mas não são convidados para a festa. Strangers in the night…

Sessão seguida de debate com o diretor Sergio Oliveira e os roteiristas Renata Pinheiro e Leo Pyrata. Mediação da pesquisadora do PPGCine/UFF e tutora do curso de Licenciatura em Cinema e Audiovisual da UFF, Fátima Luiza.

12 de novembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

A Rainha Nzinga Chegou

sex, 30/10/2020 - 11:29

A RAINHA NZINGA CHEGOU, Documentário, Brasil/Angola, 74min, 2019, 10 anos
De Júnia Torres e Isabel Casimira

Antigos reinos, com suas coroas, séquitos e guardas, seus cosmos singulares, (re) existem hoje nas terras alhures das minas gerais. Três gerações de rainhas e uma travessia de volta, em visita aos domínios da mítica rainha Nzinga, e às terras dos reis do Congo, Angola, pelos descendentes da eterna Rainha da Guarda de Moçambique e Congo Treze de Maio, Isabel Casimira, presença central deste filme.

05 de novembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

O DESMONTE DO MONTE

qua, 28/10/2020 - 11:54

O DESMONTE DO MONTE, Documentário, Brasil, 85min, 2017, livre
De Sinai Sganzerla

O documentário “O Desmonte do Monte” aborda a história do Morro do Castelo, seu desmonte e arrastamento. O filme aborda a lenda do tesouro armazenado nas entranhas do morro e conta com trechos de “O Subterrâneo do Morro do Castelo”, escrito por Lima Barreto. A narrativa é baseada em iconografias e pinturas de diversos períodos, desde a fundação da cidade até os dias atuais. O filme conta com imagens em movimento da Celebração do Centenário da Independência do Brasil, em 1922, evento realizado com as terras do desmonte do Morro do Castelo, e também com depoimentos de áudios de ex-moradores do Morro do Castelo e dos engenheiros que trabalharam no seu desmonte.

29 de outubro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Notícias do fim do mundo

seg, 19/10/2020 - 13:48

Notícias do fim do mundo, Brasil, COR, ficção, 2018, 14 anos, 70´
De Rosemberg Cariry

O ator Alexandre Taylor trabalha coordenando um grupo de dança dramática popular, na periferia da capital Kibuna. O grupo é convidado pelo governador para fazer uma apresentação em uma festa oferecida ao embaixador de um país rico. Alexandre Taylor enxerga no convite o momento propício para o último e grandioso ato da sua vida, com consequências inesperadas, ao assumir o nome de Mestre Jacaúna.

22 de outubro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Ariano: Ilumiaras

ter, 29/09/2020 - 14:16

Ariano: Ilumiaras, COR, Brasil, 2020, 73 min, Livre
De Claudio Brito

O documentário “Ariano: Ilumiaras” propõe uma reflexão sobre o conceito do neologismo “ilumiara” na obra do escritor Ariano Suassuna. Na década de 1970, ainda com o nome “lumiara”, o termo estava associado às itaquatiaras, conjuntos de lajedos insculpidos ou pintados por nossos antepassados, no Sertão do Nordeste, que, como a Pedra do Ingá, eram locais de culto. Depois, na década de 1990, Ariano adota o termo “ilumiara”, que é estendido para, segundo o professor e escritor Carlos Newton Júnior, identificar “conjuntos artísticos diversos, surgidos a partir da integração de vários gêneros (pintura, escultura, arquitetura etc.) e que pudessem ser compreendidos como locais de celebração da cultura brasileira” e, também, “obras literárias que se tornam sagradas, por muito que dizem de um povo e por indicar um caminho”. Nesse aspecto, a ilumiara – “altar iluminado”, literalmente – pode ser uma obra arquitetônica, escultórica, pictórica ou literária que serviria como marco identificador da cultura de um povo, para que este não esqueça quem realmente é. Assim, o autor do Romance d’A Pedra do Reino e do Romance de Dom Pantero projeta e constrói, como gestor público, as Ilumiaras Zumbi e Pedra do Reino, e concebe, como artista, as Ilumiaras Acauhan, A Coroada e Jaúna, apresentadas, no filme, pelo seu filho, o pintor Manuel Dantas Suassuna. A Ilumiara Zumbi é reverenciada pelo brincante Pedro Salustiano – filho do lendário rabequeiro Mestre Salustiano –, que enaltece o amor de Ariano pela cultura popular. O escritor e compositor Braulio Tavares comenta a importância histórica da Fazenda Acauhan e aborda o conceito de “obra total” em Ariano, que, segundo Carlos Newton Júnior, com base no Romance de Dom Pantero, pode ser representada pela fusão ou integração das artes (Teatro, Romance, Poesia, Música, Cinema, Desenho, Pintura, Dança etc.) dentro de um espaço físico de celebração, compondo, assim, uma ilumiara. O artista gráfico Ricardo Gouveia de Melo comenta o processo de diagramação das obras literárias de Ariano Suassuna editadas pela Nova Fronteira, que, segundo Manuel Dantas Suassuna, busca uma unidade estética que possa representar a “obra total” de seu Pai, também intitulada Ilumiara Ariano Suassuna.

10º Interculturalidades | 50 anos do Movimento Armorial
17 de outubro de 2020
Sábado | 19h
Transmissão via Youtube
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial

Categorias: Centro de Artes UFF

O país de São Saruê

ter, 29/09/2020 - 14:09

O país de São Saruê, Documentário, PB, Brasil, 1971, 80 min, 14 anos
de Vladimir Carvalho

Inspirado no título de um cordel do conhecido autor paraibano Manoel Camilo dos Santos, O País de São Saruê é um filme inspirado nas relações do homem com a natureza no sertão nordestino, onde predomina a luta contra a seca, o latifúndio e a miséria desde os tempos da colônia. É uma tentativa de se resgatar a memória de fatos antigos, os usos e costumes que distinguem essa região das demais. 

Sessão seguida de debate com Vladimir Carvalho e Tetê Mattos

10º Interculturalidades | 50 anos do Movimento Armorial
15 de outubro de 2020
Quinta | 20h
Transmissão via Youtube
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial

Categorias: Centro de Artes UFF

Hotxuá

ter, 29/09/2020 - 14:01

Hotxuá, Documentário, COR, Brasil, 2007, 70 min, livre
De Gringo Cardia e Letícia Sabatella

Registro poético sobre a tribo indígena Krahô, um povo sorridente que designa um sacerdote do riso, o Hotxuá, para fortalecer e unir o grupo através da alegria, do abraço e da conversa. Acompanhando o dia-a-dia da aldeia no norte do Brasil, o filme colhe depoimentos dos índios, em sua língua nativa e em português. Eles falam sobre as crenças e o estilo de vida que sustentam e mantêm essa sociedade feliz, cuja concepção de mundo é o equilíbrio entre forças opostas e o respeito à diversidade.

10º Interculturalidades | 50 anos do Movimento Armorial
12 de outubro de 2020
Segunda | 20h
Transmissão via Youtube
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial

Categorias: Centro de Artes UFF

Jonas e o Circo sem Lona

ter, 29/09/2020 - 13:40

Jonas e o Circo sem Lona, COR, Brasil, 2015, 82 min, Livre
De Paula Gomes
Com Jonas Laborda, Wilma Macedo, Neide Silva, Wanderson Silva, Micael Nunes, Ian Laborda, Gutinho Silva, Mateus Lima, Ana Paula Araújo.

Aos 13 anos de idade, Jonas é filho e neto de artistas de circo. O garoto tem seu próprio circo improvisado, frequentado pelos moradores do pobre bairro onde vive, na Bahia. É ele quem coordena os números, prepara os figurinos, a música e controla os ingressos. Jonas pretende abandonar a escola para se juntar ao tio e viver num circo itinerante, mas a mãe prefere que ele permaneça na escola. No meio desta briga, ele descobre as dificuldades da vida adulta.

Sessão seguida de debate com Paula Gomes e Jonas Laborda.

10º Interculturalidades | 50 anos do Movimento Armorial
8 de outubro de 2020
Quinta | 20h
Transmissão via Youtube
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial

Categorias: Centro de Artes UFF

Cleópatra

qua, 23/09/2020 - 13:19

Cleópatra, Brasil, COR, ficção, 2007, 18 anos, 116´
De Júlio Bressane

O filme retoma a história da transição da República para o Império em Roma, com o protagonismo da egípcia Cleópatra, lírica e não épica, entre os romanos Júlio César Marco Antônio e Otaviano, o futuro Augusto. Premiado no Festival de Brasília em 2007.

01 de outubro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Café com canela

seg, 21/09/2020 - 16:17

Café com canela, Ficção, COR, Brasil, 2017, 103 min, 14 anos
de Glenda Nicácio e Ary Rosa

Após perder o filho, Margarida vive isolada da sociedade. Ela se separa do marido Paulo e perde o contato com os amigos e pessoas próximas. Um dia, Violeta bate à sua porta. Trata-se de uma ex-aluna de Margarida, que assume a missão de devolver um pouco de luz àquela pessoa que havia sido importante pra ela na juventude.

24 de setembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Passagens

ter, 08/09/2020 - 13:43

Passagens, de Lucia Nagib e Samuel Paiva

Passagens mostra uma seleção de filmes brasileiros em que a utilização de expressões artísticas, como música, pintura, teatro e literatura constituem uma passagem para as realidades social e política. Para isso, o documentário exibe entrevistas com importantes cineastas brasileiros, como Kleber Mendonça Filho e Tata Amaral.

17 de setembro de 2020
Quinta | 18h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/c/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Partida

qui, 03/09/2020 - 18:10
Filme e Debate – Sessão em comemoração aos 52 anos do Cine Arte UFF

Partida, Brasil, 2019, COR, 94´, 14 anos
De Caco Ciocler

Diante do resultado da última eleição no Brasil, uma atriz decide candidatar-se à presidência da república e se juntar a uma trupe em uma viagem apaixonada em defesa de uma utopia: tentar passar a virada do ano nos braços de sua maior inspiração política, o ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica.

Cadastro necessário para assistir no link: https://organizador.sympla.com.br/event/preview/964592

10 de setembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão
Youtube: https://www.youtube.com/centrodeartesuffoficial

Categorias: Centro de Artes UFF

Copacabana – Auschwitz + Tokio Mao, o último kamikaze

sex, 28/08/2020 - 16:26

Copacabana – Auschwitz, Brasil/Polônia, 2018, 12´, Livre
De Jaiê Saavedra

Um aposentado tenta descrever sua rotina de morador de Copacabana, mas as memórias de seu aprisionamento no Campo de Concentração de Auschwitz invadem sua narrativa.

Tokio Mao, o último kamikaze, Brasil, 2018, 70´, Livre
De Marina Pessanha

Documentário sobre a vida de Tokio Mao, ex-piloto kamikaze que deveria ter morrido em uma ação de contra-ataque na ilha de Luzon, no mar das Filipinas, em novembro de 1944, mas sobreviveu. Dez anos depois do fim da guerra, Tokio Mao veio parar no Brasil a trabalho como engenheiro químico, e daqui nunca mais saiu. Deu aulas de karatê há mais de 40 anos em Niterói.

03 de setembro de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

As cores do divino

qui, 20/08/2020 - 14:11

As cores do divino, Documentário, COR, Brasil, 2020, 78´, 16 anos
De Victor Costa Lopes

Documentário realizado a partir de conversas com pessoas LGBT+, unidas por um traço em comum: todas já fizeram parte, ou ainda fazem, de alguma instituição religiosa. O filme traça um instigante panorama sobre a relação entre religião e sexualidade.

27 de agosto de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/c/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF

Clementina

sex, 14/08/2020 - 01:22

Clementina, Documentário, COR, Brasil, 2018, 75´, livre
De Ana Rieper

Um filme sobre o universo de Clementina de Jesus, cantora revelada aos 63 anos de idade como uma das maiores vozes do samba. Considerada por muitos o elo perdido entre a Cultura Brasileira e as raízes Africanas.

20 de agosto de 2020
Quinta | 19h
Transmissão:
https://www.facebook.com/centrodeartesuff/
https://www.youtube.com/c/CentrodeArtesUFFOficial/

Categorias: Centro de Artes UFF